Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

RÚSSIA FECHA CERCO A SCAMMERS QUE UTILIZAM O DOMÍNIO .RU

23/03/2010

Em uma tentativa de reduzir a fraude e o conteúdo inadequados na Rússia, a organização responsável por administrar os domínios ?.ru? tornou mais rigorosos seus procedimentos de fiscalização.

A partir de 1/4, quem deseja registrar um domínio ?ru? precisará fornecer uma cópia de seu passaporte ou, no caso de empresas, os documentos de registro legais dela. Por enquanto, os endereços podem ser criados sem verificação - prática que tem permitido a scammers desenvolverem rapidamente domínios .ru sob nomes falsos.

As mudanças vão ajudar a Rússia a alinhar suas regras com as melhores práticas internacionais, disse a gerente de projetos de informação do Centro de Coordenação para o domínio ru, Olga Ermakova. "Nós não precisamos de conteúdo negativo, e esse material é muitas vezes criado por usuários desconhecidos".

Falhas no sistema de nomes dos domínios ajudam os spammers, scammers e operadores de sites pornográficos a evitar a detecção na internet, escondendo sua identidade. Os criminosos muitas vezes desempenham um jogo de gato e rato com as autoridades policiais e especialistas em segurança, aparecendo em diferentes domínios.

Criminosos da Europa Oriental já utilizam o domínio .ru para registrar nomes sob identidades falsas e usá-los para enviar spam. Com as novas exigências, será mais difícil para ele continuarem com a prática ilícita de seus negócios. No mínimo, a exigência de que os inscritos apresentem documentos em papel fará com que a criação de sites seja mais cara e demorada.

A Rússia sofre pressão para "limpar" o seu sistema .ru, amplamente percebido como um refúgio seguro para os golpistas. No mês passado, a China realizou mudanças similares em seu espaço administrado, .cn. 

O domínio .ru tem sido uma fonte de fraude, reforçou o diretor de estratégia da Hexonet, Robert Birkner. Mas, mesmo ele estando limpo, os criminosos terão outros lugares para ir como o Vietnã e a Indonésia, regiões que frequentemente apresentam problemas.

Os representantes do FBI (EUA) e da Serious Organised Crime Agency (Reino Unido)  pressionaram o grupo responsável por coordenar o sistema de domínios a reforçar  as políticas de reconhecimento de nome. 

 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar