Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ERROS E ACERTOS DAS PREVISÕES SOBRE O FUTURO DA TECNOLOGIA

22/03/2010

O sonho de futuro move o homem há séculos. A partir da Revolução Industrial, no entanto, as conquistas proporcionadas pela tecnologia ? vide a máquina a vapor, telégrafo, telefone, a energia elétrica e o cinema, entre outras ? colocaram a humanidade num outro estágio e fizeram a imaginação humana ir ainda mais longe.

Assim, durante o século XX brincamos de criar o futuro pelo cinema e, mais tarde, pela televisão. As empresas não ficaram atrás e também fizeram seus filminhos sobre o que a tecnologia nos reservaria no futuro.

Pensando nisso, eu e o William Marchiori, também do Now!Digital, buscamos alguns exemplos desses exercícios de futurologia.

E encontramos o clipe abaixo, que é parte do filme ?1999 A.D.?. Ele mostra um dos primeiros conceitos do que chamamos de comércio eletrônico. Os autores acertaram em cheio na ideia, embora essa atividade tenha ido muito além do que eles poderiam ter imaginado, sem contar a evolução no hardware do computador.

A Intel também fez suas previsões. Uma delas foi a famosa ?Casa do Futuro?. O vídeo, lançado na década passada, projeta como as casas serão num futuro não muito distante: o ano de 2010.

Em linhas gerais, eles acertaram: todas as tecnologias citadas no vídeo existem, como o tablet. O que a empresa não pensou é que as interfaces dos dispositivos seriam infinitamente mais bonitas do que as telas estáticas apresentadas, com diversos efeitos como transição.
E deixou escapar a mobilidade: não vemos nenhum smartphone no vídeo. A prévia de câmera digital também fracassou, já que hoje temos dispositivos muito mais evoluídos.

As apostas para o futuro

Algumas tecnologias tornaram-se realidade exatamente como o previsto, enquanto outras tomaram um rumo diferente e foram além do que, no passado, seria possível imaginar. Mas as previsões nunca param, tanto que já temos uma série de conceitos sobre como a tecnologia nos reserva nas próximas décadas.

Uma das sugestões que parecem estar no caminho certo é a chamada Casa Automatizada, ou E-Home. O conceito deste ambiente é simples: tudo é conectado. É possível controlar cada função da residência, como abrir ou fechar as cortinas, com qualquer controle remoto, como o do Xbox360.

Já a Microsoft acredita na interação com os computadores em cada canto da casa. Por meio de telas especiais e projetores, todas as informações são exibidas diretamente em mesas ou paredes e tudo é controlado por voz ou reconhecimento de objetos e pessoas.

E, por fim, não poderíamos deixar de citar as previsões para as tecnologias móveis. A campanha ?You Will?, da AT&T, sugere um compartilhamento de informações em tempo real avançado. Já conhecemos parte dessa tecnologia, mas ela ainda é um pouco cara e são poucos os que têm acesso a ela.

 
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar