Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PROCESSADORES ´TOP´: QUALIDADE AOS JOGOS E APLICAÇÕES PESADAS

15/03/2010

  • Divulgação

    Diferentes modelos, para diferentes usuários, das fabricantes de processadores AMD e Intel

Jogos com gráficos avançados, edição de vídeos (caso do Premiere), edição de fotos em alta resolução (Photoshop), e programação em modelagem 3D (AutoCAD) exigem uma máquina potente. Somente assim, será possível executar as tarefas com eficiência e não deixem os usuários impacientes com constantes ?paus?.

Para satisfazer esses consumidores, os fabricantes de chips apostam em modelos top de linha: isso porque as empresas sabem que os usuários estão dispostos a pagar mais por um hardware que apresente alta perfomance. Nesses casos, em que um único processador pode chegar a quase R$ 1.000, os modelos indicados são os da linha Core i7, da Intel, e Phenom X4 Quad-Core, da AMD. 

Oficialmente, a Intel (que não divulga valores individuais dos chips, por vendê-los em lotes) afirma que uma máquina top não sai por menos de R$ 3.000. Esse valor, é claro, inclui diversos outros componentes de hardware além do processador.

Tecnologia
Na linha i7, da Intel, a maioria dos processadores possui quatro núcleos. A tecnologia usada ainda não permite que sejam usados os menores transistores, com 32 nanômetros, e por isso os quad-core da marca são feitos de silício de 45 nanômetros (quanto menor o espaço, melhor refrigeração do chip). Porém, alguns processadores i7 têm dois núcleos, com transistores de 32 nanômetros.
 

As outras diferenças entre os modelos da série i7 são a velocidade do clock (velocidade com que as tarefas são realizadas) e memória cache (onde as informações ficam armazenadas temporariamente). Todos da linha possuem o Turbo-Boost, para otimizar a velocidade, e a tecnologia Hyper-Threading, que subdivide os núcleos para melhorar o desempenho do processamento. Um i7 simples sai por cerca de R$ 750, de acordo com dados obtidos em sites de pesquisa de preço. Já o modelo mais avançado da linha chega a R$ 1.000.

 

Na AMD, a linha Phenom X4 Quad-Core possui os modelos antigos, com memória cache de 2 MB e silício de 65 nanômetros. Os mais novos, chamados Phenom II X4, tem transistores de 45 nanômetros e sockets (uma espécie de ?tomada? para encaixe do chip) para placas-mãe recentes.

Outra diferença entre os processadores está na velocidade do clock. Os modelos mais novos da AMD vão de 2.5 GHz a 3.0 GHz, enquanto os modelos antigos não passavam de 2.6 GHz. Além disso, o consumo de energia da série Phenom II X4 está otimizado. Você encontra chips da AMD para uso avançado de R$ 500 a R$ 800.

Os gráficos dos jogos e o alto processamento das máquinas causam aquecimento em demasia. Sistemas de refrigeração usados por gamers e usuários avançados, como nitrogênio líquido e Water Cooler ajudam a diminuir a temperatura do PC. Neste passo a passo, o UOL Tecnologia ensina como refrescar o notebook de uma maneira simples.
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar