Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BING CONTINUA A CRESCER, MAS ESTÁ LONGE DE AMEAÇAR DOMÍNIO DO GOOGLE

11/03/2010

Nos últimos meses a Microsoft tem impulsionado vagarosamente sua participação no mercado de buscas na web, mas ainda permanece bem atrás do Google, seu rival aparentemente imbatível.

A empresa de monitoração de tráfego Hitwise anunciou nesta quarta-feira (10/3) que no mês passado o Google permaneceu firme como líder do pelotão de busca, euquanto seu concorrente Microsoft Bing apresentou ligeiro avanço.

O Google deteve 70,95% do mercado de buscas em fevereiro, de acordo com a Hitwise. Nos últimos meses, o Google manteve sua liderança no mercado, com sua participação variando entre 70,6% (em outubro) a 72,25% (em dezembro).

O Microsoft Bing, que ocupou o terceiro lugar em fevereiro atrás do Google e do seu agora parceiro Yahoo, moveu-se na direção certa nos últimos meses, saltando de 8,92% em dezembro para 9,37% em janeiro, e melhorando ainda mais para 9,7% em fevereiro.

Sem surpresa
Ezra Gottheil, analista da Technology Business Research, não se surpreendeu ao notar que o Bing tem sido lento em conquistar mais mercado em um cenário dominado pelo Google.

"Mesmo se [o Bing] tivesse impulso, o crescimento seria lento", disse Gottheil. "As pessoas não mudam sem uma razão. O Google não quebrou. Por que consertá-lo? Na melhor das hipóteses, a Microsoft terá de enfrentar um longo caminho."

Por outro lado, Gottheil ressaltou que o Bing não vai mal para um produto relativamente novo - "9,7% de um negócio gigantesco é um grande negócio."

Enquanto isso, o Yahoo sofre uma queda constante de participação no mercado desde setembro, aponta a Hitwise. O Yahoo conseguiu manter-se firme em janeiro e fevereiro, com 14,57% do mercado. Mas esses números são menores que os 16,38% conquistados seis meses atrás.

Cenário estável
Gottheil ressaltou que o declínio do Yahoo, embora constante, não tem sido especialmente crítico. "Um par de pontos provavelmente não significa tanto, por isso não há razão para ninguém - Google, Bing ou Yahoo - mudar."

Ao longo de 2009, a Microsoft gastou muito dinheiro e recursos de desenvolvimento para capturar um pouco da fatia de mercado do Google.

Seu último lance - assinar um acordo  para levar o Bing a diversos sites do Yahoo - poderá ser o mais significativo. O acordo foi aprovado no mês passado tanto pelo Departamento de Justiça dos EUA como pela Comissão Europeia.

A parceria também inclui a comercialização, pelo Yahoo, de anúncios de busca premium para ambas as empresas.
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar