Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

RADIO DIGITAL: CARTA ABERTA DA IBIQUITY

05/03/2010

A proximidade da definição do padrão de rádio digital a ser usado no Brasil e os rumores de que é possível que o Ministério das Comunicações passe a considerar de fato a possibilidade de adoção do padrão europeu DRM (Digital Radio Mondiale), levou a Ibiquity, Inc, detentora da tecnologia IBOC para rádio digital utilizada nos EUA, a publicar em diversos blogs com posts sobre o assunto uma carta aberta, na área de comentários, reproduzida a seguir.

Diz o texto:

Já que a escolha final de um padrão para o rádio digital no Brasil está se aproximando, gostaria de aproveitar pessoalmente a oportunidade para esclarecer algumas concepções incorretas que vocês podem ter ouvido sobre a tecnologia de HD Radio. A iBiquity acredita ser importante que qualquer que seja a decisão a ser tomada se baseie em informações precisas e verdadeiras.

1. Não será necessário que os radiodifusores façam pagamentos recorrentes de royalty para a iBiquity se a tecnologia de HD Radio for adotada no Brasil. O preço de compra dos equipamentos de transmissão de HD Radio já inclui todos os royalties da iBiquity para estes equipamentos. Os radiodifusores estão autorizados a usar estes equipamentos durante toda a sua vida útil. Vários fabricantes estão disponibilizando equipamentos ? empresas americanas, brasileiras e européias? e os preços se estabelecem a partir de uma competição de mercado livre.

2. Todos os sistemas de radiodifusão digital que estão sendo avaliados pelo Brasil possuem um custo de royalty. A DRM também inclui uma taxa de royalty embutida no preço de seu equipamento. (vejahttp://www.vialicensing.com/licensing/DRM_fees.cfm para maiores informações sobre as taxas de licença de DRM).

3. O sistema de HD Radio possui um padrão aberto e publicado. A documentação completa para o sistema está disponível nos Estados Unidos através do National Radio Systems Committee, onde é descrito pelo padrão NRSC-5-B. Está disponível para consulta na http://www.nrscstandards.org/download.asp?file=NRSC-5-B.asp.

4. O sistema de HD Radio é totalmente comercializável e está pronto para ser distribuído hoje no Brasil. Existem mais de 100 receptores de HD Radio disponíveis a partir de US$49. O DRM oferece muito poucos produtos comerciais. A tecnologia DRM+ FM ainda é experimental ? equipamentos de transmissão comercial e receptores não existem.

5. A iBiquity se compromete a licenciar sua tecnologia para todos os fabricantes de transmissores e receptores brasileiros sob termos justos e não discriminatórios. Todas as empresas terão a possibilidade de oferecer produtos de HD Radio.

6. A iBiquity reconhece a importância do rádio comunitário FM como uma parte única e importante do setor de radiodifusão brasileiro. Fizemos provisões especiais para garantir que estas emissoras não sejam excluídas. A iBiquity está trabalhando com empresas brasileiras no desenvolvimento de produtos de transmissão digital que contemplem as necessidades especificas deste setor e que sejam viáveis a preços acessíveis.

A resposta da iBiquity em 17 de janeiro à chamada do Ministro de Comunicações para a consulta pública sobre rádio digital aborda vários destes temas em maior detalhamento. Eu lhe convido a ler este documento e em seguida decidir por você mesmo sobre a tecnologia de HD Radio e a sua capacidade de alcançar as necessidades do Brasil. Este material está disponível em:http://www.ibiquity.com/mimg/Brasil/Brasil_resposta_da_ibiquity.pdf

Nossa empresa foi formada por radiodifusores para o desenvolvimento de uma tecnologia digital com o objetivo de encaminhar o radio para o século 21 e nos sentimos orgulhosos pelo sistema robusto e avançado que temos desenvolvido. Nós acreditamos firmemente que obtivemos êxito na criação da tecnologia digital mais refinada do mundo. A indústria do rádio está sofrendo devido a obsolescência tecnológica e o declínio do interesse público e deve adotar passos criteriosos neste momento, se quiser sobreviver. Acreditamos ter a resposta e a melhor solução para os radiodifusores e os cidadãos brasileiros. Eu sinceramente espero que você concorde. Se você tiver quaisquer preocupações ou perguntas sobre nossa empresa ou nossa tecnologia, por gentileza sinta-se à vontade para me escrever diretamente pelo email struble@ibiquity.com.

Assina a carta, endereçada ?aos nossos amigos brasileiros?, o presidente e CEO da IBiquity, Robert Struble.

Nos últimos dias de dezembro de 2009, o Ministro Hélio Costa havia prometido para meados de fevereiro de 2010, o anúncio do sistema de rádio digital a ser adotado no Brasil. Na época, o engenheiro eletrônico Flávio Ferreira Lima, que coordena o grupo de estudos do governo federal para avaliação do sistema RRM, chegou a relatar a empresários do setor de radiodifusão presentes a uma reunião no Ministério em que o tema foi tratado, os avanços e as avaliações dos testes que vinham sendo realizados com o padrão DRM.

No início d efeveriro, portanto próximo a data definida pelo ministro para o anúncio oficial, algumas publicações especializadas chegaram a apontar a possibilidade do Brasil vir a adotar mais de um sistema de rádio digital. Politicamente, a saída agradaria tanto às emissoras que já investiram no modelo Iboc (a maioria ligada à Abert), quanto aos partidários do modelo DRM, tido como o único livre de royalties. Informação abertamente contestada pelo CEO da Ibiquity em sua carta.

A sorte está lançada.

Quem respira Brasília garante que o anúncio será feito ainda este mês, antes de Hélio Costa deixar a pasta para concorrer a um cargo eletivo nas eleições deste ano.
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar