Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VAGAS DO GOOGLE BRASIL SUGEREM EXPANSÃO DA DOUBLECLICK NA AL

24/02/2010

Duas vagas de emprego publicadas pelo Google Brasil dão indícios que o buscador pretende expandir a atuação da DoubleClick na América Latina.

Os anúncios compreendem as funções de gerente de contas e estrategista para serviços técnicos de rich media e estão alocados no escritório do buscador em São Paulo.

Oficialmente, o Google Brasil confirma que a DoubleClick é parte da sua estratégia de publicidade display para a região, com foco preponderantemente comercial.

A movimentação tem como objetivo "crescer a presença da DoubleClick no gerenciamento de anúncios dentro do mercado latino-americano", segundo descrição de um dos cargos.

Para tanto, o gerente de contas será reponsável por trabalhar com publishers online, enquanto o estrategista dará suporte técnico para conceitualizar campanhas, rastrear resultados e incorporar elementos como vídeo e anúncios móveis nas campanhas.

Caso a estratégia se confirme, não seria a primeira vez que a DoubleClick teria uma representação oficial no Brasil.

Em 2000, a agência de publicidade, ainda agindo de forma independente, abriu um escritório em São Paulo comandado pelo executivo Cláudio Ferreira.

A operação nacional da DoubleClick não durou um ano: em fevereiro de 2001, o escritório foi fechado pouco após Ferreira assumir posição na Globo.com.

O então vice-presidente da DoubleClick, Eric Stein, afirmou ao jornal Gazeta Mercantil que demoraria muito para que a operação nacional atingisse a lucratividade esperada.

Os principais clientes da agência no Brasil eram os portais Globo.com, Terra, UOL e iG, além dos serviços Zip.net e Cadê.

A DoubleClick foi comprada pelo Google em abril de 2007 por 3,1 bilhões de dólares. Trata-se da maior compra do Google em valor, totalizando quase o dobro dos 1,65 bilhão de dólares pagos pelo YouTube em outubro de 2006.

Com a compra da DoubleClick, especializada em campanhas displays, com anúncios em banners, vídeos, DHTMLs e outros, o Google acrescentaria a seu portfólio ferramentas que complementasse a plataforma AdWords, focada em links patrocinados.
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar