Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE BANE 5.000 APPS COM CONTEÚDO SEXUAL DA APP STORE, MAS PERMITE

22/02/2010

Conforme noticiamos na sexta-feira, a Apple tomou uma decisão drástica nos últimos dias e passou a remover apps com conteúdo sexual de sua loja. O que não sabíamos era que esse número superaria os 5.000 títulos e nem que ela teria justo ao mesmo tempo permitido a entrada de programas relacionados a jogos de azar.

Mais uma vez, o desenvolvedor Jon Atherton (criador do Wobble iBoobs) reuniu uma lista do que não é mais aceito pela Apple:

  1. Imagens de mulheres com biquínis.
  2. Imagens de homens com roupa de banho.
  3. Nada de muita pele aparente.
  4. Silhuetas indicativas/provocantes.
  5. Quaisquer conotações sexuais ou insinuativas.
  6. Nada que possa ser sexualmente estimulante.
  7. Nenhum app que nem indiretamente traga conteúdo sexual. [Curiosamente, segundo o próprio Atherton comentou, o app oficial da Playboy continua por lá ? veja screenshot abaixo. Dois pesos, duas medidas?!]

App da Playboy na App Store

Aparentemente, apps que se enquadrem dentro de algum (ou alguns) item acima estão sendo removidos da loja sem aviso prévio, o que é péssimo para desenvolvedores/empresas que dependem desses negócios. Uma coisa seria desde sempre a Apple deixar essas regras claras; outra é mudá-las de uma hora pra outra e prejudicar milhares devido a algumas reclamações puritanas.

Curiosamente, em paralelo a isso tudo, os termos do iPhone SDK foram alterados recentemente pela Apple, a fim de permitir a entrada de apps de jogos de azar, loteria, bingo, cassinos e afins:

3.3.17 Your Application may include promotional sweepstake or contest functionality provided that You are the sole sponsor of the promotion and that You and Your Application comply with any applicable laws.

Para viabilizar isso, a Apple só pede que desenvolvedores deixem claro que quaisquer promoções/iniciativas promovidas pelo app não são apoiadas, patrocinadas ou realizadas por ela, seja direta ou indiretamente.

O app KaChing Button, de Joel Comm, entrou na App Store no final de dezembro depois de uma reclamação pública do polêmico desenvolvedor. Atualmente, os caras oferecem US$1.000/dia aleatoriamente para os que o baixarem e apertarem o botão verde central.
 
 
 
Fonte: MacMagazine

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar