Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NOVO VÍRUS JÁ INFECTOU MAIS DE 74000 COMPUTADORES

19/02/2010 01:00:00

A empresa de segurança, Netwitness, descobriu um novo vírus que deixa a ameaça do ano passado, Conficker, envergonhada. Chamado de Kneber botnet, este novo malware infectou mais de 74000 computadores em todo o mundo.

O objetivo deste malware é roubar login de sistemas de e-mail, redes sociais e sites bancários, de acordo com a Netwitness. O Kneber é incrivelmente difícil de detectar e comprometeu dados de 2500 empresas e departamentos de governo.

O que é?
O Kneber é um Trojan, capaz de roubar informações confidenciais. Mais da metade dos computadores infectados pelo Kneber também possuia o Trojan Waledac - um worm que cria spam, que foi recentemente associado ao Conficker.

Onde está?
Segundo a Netwitness, o Kneber tem máquinas controladas em 196 países. Os cinco países mais infectados são: Egito, Mexico, Arabia Saudita, Turquia e os EUA.

Quem está sendo afetado?
Kneber só infecta o Windows, e computadores rodando o Windows XP Professional SP2 foram os mais afetados. Netwitness não identificou qualquer infecção em máquinas com Windows 7. O Kneber foi, a princípio, encontrado apenas em máquinas do governo e corporativas, mas os usuários domésticos também podem ser afetados.

O que está sendo roubado?
Kneber está focando em login para redes sociais online, contas de e-mail e serviços financeiros online. Os sites que mais tiveram login roubados, segundo relatório da Netwitness foram Facebook, Yahoo, hi5, metroflog, sonico e netlog. Enquanto o foco primário era contas de e-mail de redes sociais, Kneber agora mira também nos sites bancários.

Há quanto tempo Kneber está por aí?
O botnet está por aí há cerca de um ano, de acordo com o relatório da Netwitness, mas o The Wall Street Journal tem informado que o botnet esteve ativo nos últimos 18 meses.

Como posso me proteger?
Mesmo sabendo que o Kneber foca em grandes organizações, seu computador doméstico pode estar comprometido. O botnet aumentou suas infecções convencendo usuários a visitar sites com conteúdo malicioso, permitindo ao malware infectar o seu sistema ou através de anexos de e-mail.

As dicas do JavaFree são as já batidas medidas de segurança, que devem ser tomadas na sua casa e sua empresa: só abra anexos após uma minuciosa análise do que você está abrindo. Antes de abrir, observe se o link tem relação com o proposto no e-mail. Não confie nem em e-mails de conhecidos, já que esses malwares podem usar a conta pessoal para se espalhar.

Cuidado com os sites sugeridos. Sempre se pergunte: Por que essa suposta pessoa está me sugerindo este site? Ele é seguro? Antes de abrir, consulte informações no seu motor de busca favorito.

Na dúvida, não abra o anexo e não acesse o site.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar