Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

COMO SERÁ O WINDOWS 8

18/02/2010 01:00:00

O Windows 7 chegou com força total e resgatou a imagem arranhada do criticadíssimo Windows Vista. No entanto, o Windows 8 já está em pleno desenvolvimento, com cerca de 35% do projeto já finalizado. Ainda não existe nenhuma confirmação de que o próximo sistema operacional da Microsoft vai mesmo se chamar Windows 8 e a experiência nos mostra que a companhia de Bill Gates pode mudar o nome durante o seu desenvolvimento, mas já pipocam na internet imagens da fase inicial de desenvolvimento do novo OS, como essa abaixo:


Windows8


Reunindo tudo que blogs e sites de desenvolvedores andam adiantando sobre o Windows 8, reunimos 6 novidades que podem de fato estar no novo OS:

1. 128 BIT: Nem 32, nem 64. O Windows 8 já deve vir com 128 bit de fábrica. Só o tempo dirá se isso não vai causar conflitos com a atual geração de softwares, que já tem problemas demais com os 64 bit. A grande questão será se teremos hardware disponível para segurar o pique de um sistema operacional de 128 bit.

2. BOOT INSTANTÂNEO: É um sonho antigo: ligar o computador e o sistema operacional aparecer instantaneamente. Mas o sonho do boot instantâneo passa por um kernel que seja imune a malwares. Os primeiros rumores indicam que isso seria possível com um OS otimizado por camadas. O fato é que o Windows 7 leva muito menos tempo para inicial do que o pesadão Vista, portanto, o Windows 8 seria apenas uma evolução desse caminho.

3. GPU PARA ACELERAR O SISTEMA: O princípio não é complicado, mas ainda não é totalmente explorado no Windows: o uso de GPUs (processador gráfico de uma placa de vídeo) para realizar trabalhos do sistema operacional. O ganho de velocidade no processamento de dados seria imenso se o próprio sistema operacional pudesse tirar proveito das GPUs. O Windows 8 pode fazer isso e torná-lo ainda mais rápido do que o Windows 7.

4. COMPATIBILIDADE DE DRIVERS: A Microsoft certamente vai manter o padrão de drivers do Windows 7, afinal, ele deu muito menos problema que o Vista, que estava cheio de conflitos. No entanto, se a ideia de fazer um OS com 128 bit pegar, vai ser um Deus nos acuda para atualizar os drivers e evitar o caos que foi o Vista. Com isso em mente, talvez o Windows 8 consolide o OS em 64 bit e prepare terreno para os 128 bit, talvez colocando uma instalação opcional.

5. COMPUTAÇÃO POR TOQUE: O que foi novidade no Windows 7, vai ser item de série no 8. A computação por toque vai incorporar conceitos do Surface para lançar um OS que seja 100% multitoque. A ideia é não se limitar ao uso de um toque, mas de vários dedos ao mesmo tempo. Para diminuir uma foto, por exemplo, basta colocar um dedo num canto, um dedo em outro e puxar os dois ao mesmo tempo para provocar uma ação da máquina.

Podemos incluir ainda uma 6ª opção, que é mais uma tendência, na verdade:

6. CLOUD COMPUTING: Esse ainda é o Calcanhar de Aquiles da Microsoft. Ainda que o Google Chrome OS não esteja pronto e nem sequer saibamos se vai ser um sucesso, o fato é que a computação em nuvem aponta para o futuro da informática em geral. Para que pagar por uma licença do Microsoft Office se temos aplicativos em nuvem (como o Google Docs) que fazem de graça todas as tarefas básicas para qual 70% das pessoas abrem um Microsoft Word? Para as mais complicadas, obviamente, o programa é esesncial. Porém, para escrever textos ou planilhas simples, a nuvem é suficiente. O Windows 8 pode marcar uma virada na mentalidade da Microsoft e expandir seu conceito de SkyDrive e Microsoft Office Online.

O Windows 8 está previsto para sair em 2011, mas analistas já apostam que o sucesso do Windows 7 vai empurrar o novo sistema para 2012.


Fonte: PCMag

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar