Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APPLE TENTA CONTER RECLAMAÇÕES DE PORNOGRAFIA NA APP STORE FILTRANDO SCREENSHOTS IMPRÓPRIAS

15/02/2010 01:00:00

Há algumas semanas, publicamos um artigo cobrindo uma descoberta do desenvolvedor Fraser Speirs acerca de uma brecha no sistema de Controles Parentais da App Store que permite que crianças leiam descrições e vejam ícones+screenshots de aplicativos impróprios para elas. De lá pra cá, a Apple começou a tomar algumas atitudes para resolver a situação, mas preferiu fazer talvez não da melhor forma possível.

Todos sabemos que a Apple é contra violência e pornografia na sua loja. Mesmo após o iPhone OS 3.0 e seus Parental Controls, o máximo que ela permite é aquela ?pornografia suave? ? sem nudez explícita, que dirá sexo. Sabendo do potencial desse mercado, diversos desenvolvedores tentam explorar a coisa até o seu limite, ?censurando? imagens com pequenos ícones ou efeitos que quase não escondem as partes íntimas.

De alguns dias pra cá, a Apple tem impedido a publicação ou solicitado que desenvolvedores de apps já publicados alterem suas screenshots para quem atendam à classificação 4+, isto é, que não contenham quaisquer materiais censuráveis.

Ainda assim, olhando para o resultado de uma simples busca por ?xxx? na App Store, os ícones não mostram muitas mudanças em relação à imagem que publicamos no final de janeiro:

Soft-porn na iPhone App Store

A meu ver, a Apple devia tomar uma posição mais clara em relação ao que pode ser publicado ou não na App Store. E, se ela der mesmo espaço para conteúdos direcionados ao público adulto, que desenvolva um sistema simples e efetivo para impedir o seu acesso por crianças e adolescentes.

Não é tão difícil, vai.
 
 
 
 
Fonte: MacMAgazine

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar