Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EUROPA CRITICA FACEBOOK POR EXPOR DADOS DE MENORES NA REDE

10/02/2010 01:00:00

Aproveitando o Dia Mundial da Internet Segura, nesta terça-feira (9/2), a Comissão Europeia mandou um recado às redes sociais: "é preciso reforçar as regras de privacidade para proteger as crianças na internet", disse a responsável pela área de sociedade da internet, Viviane Reding, em Bruxelas.

Há um ano, a comissão fez um acordo com 25 dos mais populares sites* e serviços online da Europa, que se comprometeram a aprimorar seus recursos de privacidade, especialmente os serviços Facebook, Yahoo Respostas e Windows Live, destacou Reding. Hoje, 19 empresas oferecem orientações específicas para que crianças e adolescentes preservem seus dados online.

Em relação a padrões de privacidade, somente 40% das redes definem que informações pessoais de menores de idade estejam visíveis somente entre seus contatos. Neste caso, segundo a integrante da Comissão Europeia, o Facebook seguiu uma direção oposta ao modificar suas configurações de privacidade em janeiro deste ano.

"Os perfis de menores devem ser definidos como privados como padrão", afirma Reding. Na última semana, a integrante da comissão disse estar surpresa com a mudança nas configurações do Facebook. "de repente houve uma completa mudança de política", disse à imprensa. "Não consigo entender isso."

As antigas definições de privacidade do Facebook estavam avaliadas entre as melhores pela Comissão Europeia, em parte porque o acesso a dados pessoais era restrito como padrão. Agora, seguindo Reding, se as novas regras da rede social não mudarem, o parecer da Comissão sobre a empresa "vai mudar significativamente".

*Os 25 sites que se comprometeram a aprimorar seus recursos de privacidade na Europa são Arto, Bebo, Dailymotion, Facebook, Giovani.it, YouTube, Hyves, Windows Live, Xboxlive, MySpace, Nasza-klaza.pl, Netlog, One.lt, Piczo, Rate.ee, Skyrock, SchülerVZ StudiVZ MeinVZ, Habbo, IRC Galleria, Tuenti, Yahoo!Answers, Flickr e Zap.lu.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar