Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

QUANTIDADE DE PIXELS DA FOTO NÃO DEFINE O TAMANHO DO ARQUIVO GERADO

01/02/2010 01:00:00

dicas-foto-150.jpg
Se existe algo que confunde muita gente quando o assunto é fotografia digital é relação - se é que existe alguma - entre  resolução usada pela câmera fotográfica e o tamanho do arquivo que é gerado.

Muitas vezes, fotos que possuem as mesmas dimensões (por exemplo 11,5 centímetros por 15 cm) apresentam tamanho do arquivos completamente diferentes (em Kilobytes ou Megabytes).

Em primeiro lugar é preciso entender como as câmeras digitais compõem as fotos. Essas câmeras são classificadas pela sensibilidade do seu processador, ou seja, por megapixels ou quantos milhões de pixels ele é capaz de registrar para formar uma foto.

Uma máquina de 10 megapixels, por exemplo, tira fotos com 10 milhões de pixels. Se abrir uma imagem registrada por ela em um programa de edição de imagens como o Photoshop, e verificar as dimensões vera algo como 5.000 por 2.000 (altura e largura, mas não necessariamente nessa ordem). Multiplicando esse dois números obtém-se a resolução: 10 milhões de pixels.

Mas veja bem: esses números não têm qualquer relação como o tamanho do arquivo em bytes. Uma foto com resolução de 10 megapixels pode gerar um arquivo de 8 MB (megabytes) ou mesmo 4 MB de tamanho.

O tamanho físico do arquivo depende de vários fatores, tais como a densidade do pixel, o formato de arquivo (como JPEG ou RAWaw) e o tipo de compressão usado para salvar a foto. Esta última característica pode-se definir como a função da câmera que define a qualidade da imagem (alta, média ou baixa).

Outra característica é com quantos pontos por polegadas (ppp ou dpi, pela sigla em inglês), em geral representados por valores entre 300 dpi e 72 dpi. Se a imagem se destina a ser usada na web, salvá-la com 72 dpi é sufiente para que não hava perde de qualidade / definição. Valores acima disso não resultam em qualquer benefício, mesmo quando a imagem é vista em monitores de alta definição. Mas se o usuário quiser imprimir a foto, deve ter a imagem como resolução de 300 dpi (caso contrário, o resultado não será satisfatório). Valores menores de dpi, também significam arquivos menores em bytes.

Além disso, caso a imagem sofra modificações - por exemplo, se editada para a máscaras, correções, efeitos etc. - é provável que o arquivo final final seja substancialmente maior (em bytes) do que quando a foto foi clicada - mesmo que o tamanho (dimensões) dela não tenha sido modificado.
 
 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar