Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CHINA NEGA TER RELAÇÃO COM ATAQUES A SERVIDORES DO GOOGLE

26/01/2010 01:00:00

A China negou nesta segunda-feira (25/1) as acusações de envolvimento nas invasões aos servidores do Google e de outras empresas dos Estados Unidos.

Um representante chinês também defendeu a censura online de temas políticos e afirmou que o país não mudará a forma como regula a internet, de acordo com a agência de notícias Xinhua.

O Google disse que foi atacado por crackers chineses, o que causou perdas de propriedade intelectual, além de ter sido alvo de invasão de contas no Gmail. A companhia de buscas citou o episódio como um dos motivos para  ignorar a censura no país, que controla resultados de pesquisas feitas no mecanismo Google.cn.

A empresa de internet não culpou o governo chinês pelos ataques, mas a secretária de estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, pediu para a China investigar o caso.

"Seja por meios implícitos ou explícitos, criticar o governo chinês por participar dos ataques é algo totalmente sem fundamentos", disse um representante chinês ao Xinhua. "Nós somos contra isso", disse à agência.

O representante lembrou que comunicados anteriores do governo chinês proíbem ataques a sites e disse também que o país está aberto a cooperar internacionalmente para combater os crimes virtuais.
 
 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar