Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AFINAL DE CONTAS, DE QUEM É A CULPA PELA PÉSSIMA QUALIDADE DO FLASH PLAYER NO MAC?

26/01/2010 01:00:00

Embora o Flash Player seja um plugin indispensável para internet dos dias atuais, muita gente não compreende os motivos pelos quais ele possui sérias críticas entre usuários de Macs. O problema é que atualmente, em meio a tantas ocorrências de travamentos e péssimo desempenho, talvez o principal produto da Adobe seja ao mesmo tempo o software mais problemático criado para o Mac OS X ? por mais difícil que seja para os desenvolvedores Flash engolirem isso.

De fato, eu não sou o único que acredita nisso, conforme mostra um artigo publicado hoje por John Gruber em seu blog, o Daring Fireball. Considerando a vida de pessoas que passam a maior parte do dia online assistindo a vídeos, a convivência com o Flash é inevitável, mas quando você possui um Mac (especialmente ele sendo um notebook) também é inevitável lidar com problemas de desempenho e, principalmente, travamentos.

De acordo com a própria Apple, a causa número 1 de travamentos em todo o seu sistema operacional é uma categoria de softwares sobre a qual ela não possui controle: plugins. Esse foi apenas um dos motivos que a fizeram desenvolver para o Snow Leopard uma versão do Safari capaz de se manter estável mesmo quando eles travam ? algo que, antes de eu passar o usar o ClickToFlash, acontecia algumas vezes por dia comigo. Na realidade, todos os aplicativos da última versão do Mac OS X colocam plugins em execução fora do seu processo principal, o que também tende a amenizar problemas de travamentos por causa desses componentes longe dos browsers, resultando numa melhor experiência de uso.

Mas o problema nessa iniciativa é que ela também elimina complexidades de desenvolvimento fora da Apple, fazendo com que grandes empresas ? a exemplo da Adobe ? não trabalhem melhor em seus produtos para Mac da forma que deveriam. O Flash Player é um plugin em 32 bits que utiliza tecnologia bastante inapropriada para execução com base nas tecnologias nativas do Mac OS X, o que não apenas causa de problemas de performance, mas também evita que conteúdo em Flash tenha chances de aparecer em uma plataforma como o iPhone ? se bem que há gente trabalhando em maneiras de se contornar isso.

De qualquer forma, não vem ao caso ficar citando iPhone a todo o momento (bem como os motivos pelos quais o Flash nunca rodaria nele) ou brigar com quem desenvolve conteúdo em Flash, pois o problema aqui é entre o plugin da Adobe e o Mac OS X. Eu reclamo dele, mas também admito que não consigo viver sem. Em quase todos os lugares da internet onde há vídeos, há Flash. Em quase todos os sites onde você quer demonstrar o mínimo de apoio permitindo a exibição de anúncios ? que rendem algum dinheiro a eles, no final das contas, e daí conseguem se sustentar ? também há Flash. Conviver com ele faz parte da nossa vida, mas por um breve momento, é como se a Adobe não fizesse nada de útil para torná-la melhor além de impedir que um engraçadinho entre nas nossas máquinas para rodar malware.

O que tem amenizado as coisas para o nosso lado é o fato de que há sites grandes de vídeos começando a suportar HTML5, o que a diminui o uso de Flash na web: hoje em dia é possível assistir a vídeos online sem plugins, via H.264 ? da mesma forma que no iPhone. Isso elimina os problemas de performance que enfrentamos com o Flash Player ? por exemplo, eu consigo assistir a um vídeo de cinco minutos via HTML5 sem que o cooler do meu Mac comece a berrar antes do primeiro minuto.

Mas a Adobe tem feito muito para melhorar a performance e a estabilidade do Flash na sua versão 10.1, aguardada para março, só que apenas no Windows ? acredite você ou não, a mesma tecnologia de aceleração de vídeos que o QuickTime possui em seu Mac não pode ser implementada no Flash Player que também roda em seu Mac. É aqui que começa o outro problema: a Apple não quer estender tanto a mão para outros desenvolvedores no que diz respeito a hospedar melhor os seus códigos, impedindo que o recurso descrito acima chegue ao Flash Player de uma forma que não seja aquela suportada por ela. Sinto muito se isso não vai agradar você, mas essa é uma atitude tão estúpida quanto a Adobe não trabalhar em outros meios de fazer os seus produtos rodarem melhor no Mac OS X.

Eu acredito que o problema de desempenho do Flash Player no Mac OS X também tem uma dose de responsabilidade da Apple, pois ela poderia atender seus desenvolvedores um pouco melhor para solucionar casos específicos ? afinal de contas, este é um deles. Isso é algo tão grave quanto a Adobe não buscar outros meios para resolver problemas em seus produtos. É como se ambas pudessem resolver algo de um jeito extremamente fácil, mas não pudessem ser nem um pouco solidárias uma com a outra para fazer isso ? um típico caso de discussão entre dois bebês malcriados.
 
 
 
Fonte: MacMAgazine

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar