Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

DECISÃO DA NOKIA COLOCA EMPRESAS DE GPS CONTRA A PAREDE

25/01/2010 01:00:00

A medida da Nokia de oferecer navegação gratuita em seus smartphones pode soar como a sentença de morte para a indústria de navegação via satélite. Na quinta-feira (20), as ações da produtora de aparelhos GPS TomTom, por exemplo, desabavam mais de 15% em Amsterdã.

Ontem, a Nokia anunciou que vai oferecer direções de navegação veicular e para pedestres em 74 países em 46 idiomas, numa tentativa de melhorar sua posição contra o Google, que começou a oferecer navegação gratuita nos celulares inteligentes Droid, da Motorola, no mercado norte-americano em 2009.

Bob Child -17.mar.09/AP
Medida da Nokia pode soar como a sentença de morte para a indústria de navegação via satélite
Medida da Nokia pode soar como a sentença de morte para a indústria de navegação GPS

A Nokia entra na disputa com o Google para obter a maior base instalada de usuários de navegação móvel, tentando dificultar a vida da gigante das buscas na internet e outras fabricantes de smartphones.

A medida é vista como um ponto de mudança definitiva e deve ajudar a empresa finlandesa evitar uma queda mais forte em sua fatia de mercado de smartphones.

O oferecimento de navegação livre em cerca de 20 milhões de smartphones deve afetar empresas no mercado global de navegação, incluindo a TomTom e Garmin.

A TomTom já perdeu 30% de seu valor depois do anúncio do Google em outubro.

Analistas concluíram no ano passado, após a entrada do Google no ramo de navegação, que é improvável que a TomTom, Garmin e Nokia recebam de volta seus altos investimentos em tecnologia de navegação. A Nokia e a TomTom gastaram mais de US$ 12 bilhões na compra de empresas de mapeamento digital Naviteq e Tele Atlas.

A estratégia da Nokia pode gerar uma nova leva de aquisições disparadas por concorrentes como Samsung, RIM e Microsoft à medida em que consumidores passem e a ver a navegação como um atributo padrão dos smartphones.

A TomTom precisa apresentar um novo plano de negócios rapidamente uma vez que 70% de suas vendas são de PNDs (aparelhos de navegação pessoal). PNDs podem desaparecer no futuro com mercado para navegação evoluindo para item padrão em carros e gratuita em celulares.
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar