Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FACEBOOK EXPULSA USUÁRIOS POR ENVIO EXCESSIVO DE MENSAGENS SOBRE HAITI

18/01/2010 01:00:00

Alguns usuários do Facebook que enviaram mensagens sobre o terremoto no Haiti podem ter se surpreendido esta semana ao descobrirem que foram expulsos da rede social por suspeita de spam.

O Facebook reconheceu nesta sexta-feira (15/1) que alguns usuários foram eliminados do site porque enviaram tantas mensagens sobre o desastre que o site os tomou como spammers.

O mecanismo automático que o Facebook usa para detectar potenciais spammers foi disparado por uma avalanche de mensagens sobre o Haiti, explicou o gerente de comunicações e políticas públicas da rede social, Andrew Noyes.

Noyes disse que apenas uma pequena fração dos 350 milhões de usuários do site foi expulsa. Ele acrescentou que os usuários são avisados quando se aproximam do limite estabelecido.

"Não se tratava de atualizações de status", detalhou Noyes. "As pessoas estão enviando inúmeras mensagens para inúmeras pessoas. Eles estão tentando entrar em contato com amigos e parentes, mas o fato é que o sistema está atento para prevenir abusos. Não deveria ser surpresa, já que eles foram avisados várias vezes que isso iria acontecer."

Depois que um usuário é desligado do site por enviar muitas mensagens, ele pode ou entrar com um recurso ou se submeter a um processo de vários passos, voltado para educá-lo sobre o que pode e o que não pode no sistema. Uma vez que tenham completado o processo, eles são aceitos de volta na rede social, explicou Noyes.

Ele também destacou que os usuários estão enviando qualquer pedido de ajuda que contenha a palavra "Haiti".

"O sistema é importante porque, em 99% dos casos, ele está protegendo as pessoas de spam e de outras coisas ruins", acrescentou. "Nós estamos sempre ajustando nossos sistemas baseados em como as pessoas usam nosso site. Nós estamos analisando isso para ver como o sistema pode ser melhorado no futuro."

Redes sociais como Twitter e Facebook têm se tornado rapidamente linhas vitais para pessoas conseguirem informações sobre amigos e parentes, áreas atingidas e formas de doação depois que o país foi devastado pelo terremoto, na terça-feira (12/1).
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar