Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SETE TRABALHOS EM TI QUE VOCÊ NÃO GOSTARIA DE TER

15/01/2010 01:00:00

dirtytijob_150.jpgTrabalhar com Tecnologia da Informação nem sempre quer dizer estar em uma empresa de última geração. Um bom número de profissionais desta área se submeter a trabalhos menos, digamos, glamorosos.

Apesar disso, muitas dessas atividades são essenciais para o bom funcionamento de uma empresa, como o help desk e a manutenção de programas de computador antigos, os chamados sistemas legados.

Confira abaixo algumas dessas atividades sujas e por que as empresas precisam tanto desses profissionais.

Arquiteto de sistemas antigos
Muitas empresas mantêm profissionais para lidar com sistemas legados, que ainda estão em uso. Isso porque não podem ser substituídos por uma solução mais recente ou porque seguemformatos padrões, ou ainda porque os aplicativos não podem mais ser atualizados.

É o caso das companhias que têm muitos aplicativos escritos em Cobol "das antigas". Programadores que dominam essa linguagem de programação estão em alta no mercado, principalmente por se tratar de uma tecnologia antiga e pouco dominada por profissionais mais jovens.

O lado positivo disso é que profissionais de TI com anos de experiência e conhecimentos em plataformas antigas ainda podem encontrar um bom nicho de mercado, e com boa remuneração.

Help desk
Talvez este seja o trabalho mais detestado por quem atua na área de TI. É preciso ser um indivíduo multitarefa, ter habilidade de ler (e seguir!) scripts, reiniciar sistemas, limpar bugs, redefinir senhas, atualizar programas, entre outros serviços prestados diretamente aos usuários finais.

E por se tratar de uma prestação de serviços, muitos setores de atendimento funcionam 24 horas por dia, fazendo com que o profissional de TI passe noites sem dormir. Ah! E fazer isso com bom humor. Sempre! E se possível, ser proativo.

Especialista em suporte técnico
Esta área de atuação é muito semelhante à oferecida pelo help desk, com a diferença de que o profissional neste caso precisa se locomover até onde está o problema.

Além deste detalhe, o profissional de TI lida normalmente com usuários inexperientes e confusos; muitas vezes precisa mexer em máquinas que estão em lugares sujos ou com pouco espaço e, literalmente, suar a camisa para resolver o problema.

Negociador interdepartamental
Brigas entre departamentos são comuns em empresas. Por vezes, eles precisam se unir quando a empresa necessita. E é aí que entra o negociador, especialmente quando esses departamentos devem colaborar, por exemplo, para a intranet corporativa ou um portal.

Alguém precisará organizar essas pessoas, para que usem as ferramentas corretamente e para que o esforço conjunto some e não o contrário. E isso, principalmente em empresas de menor porte, acaba ficando sob a responsabilidade do setor de informática, o que limita o controle dos envolvidos e o que é ainda pior: os controlados não querem aguardar para poder tomar alguma decisão ou iniciativa.

Engenheiro de espionagem
Grandes empresas costumam se preocupar com a segurança de suas informações. E muitas vezes não adianta apenas confiar no sistema de proteção de dados escolhido pela corporação. É preciso também testar esse sistema.

Para isso, alguns profissionais de TI são contratados e tentam se infiltrar nas estações de trabalho, banco de dados e na rede da empresa, para então imitir um relatório sobre todas as brechas internas de segurança.

Especialista em migração de datacenter
Talvez esse seja um dos serviços mais ?sujos? em tecnologia: mover um datacenter inteiro de um local para outro em um curto prazo de tempo. Como se trata de uma mudança física, muitos equipamentos, às vezes pesados, precisam ser transportados com cuidado.

E o trabalho não termina aí: depois da mudança física, os profissionais envolvidos ainda terão de montar tudo novamente no local de destino. E assegurar-se de que tudo está funcionamento pefeitamente. Felizmente, essa é uma tarefa que não costuma acontecer com frequência.

Faxina geral
Não bastasse todos os percalços que o profissional de TI precisa passar, ainda resta literalmente, a tarefa de manter computadores, sistemas de armazenamento, roteadores, switches e todo mais em perfeita ordem e limpeza.

Não raro, uma parte grande desses equipamentos fica em lugares de difícil acesso, com ventilação inadequada e para poder limpar tudo, profissional deve se esgueirar por lugares estreitos, engatinhar e, literalmente, meter a mão na sujeira. 
 
 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar