Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FUSÃO ORACLE/SUN DISPENSA REGULAMENTAÇÃO, DIZ ESPECIALISTA

31/12/2009 01:00:00

A Comissão Europeia (CE) não deveria se envolver com a fusão entre Oracle e Sun nem com o futuro do MySQL, pois a dinâmica de competição será naturalmente resolvida pela comunidade de software de código aberto. A opinião é do especialista em open source Tim Yeaton, que é presidente e CEO da empresa norte-americana Black Duck Software.

O especialista diz que está menos preocupado com a compra da Sun pela Oracle e mais com a falta de visão das autoridades governamentais para regular a dinâmica do mercado de código aberto.

Yeaton, que está envolvido no mercado de open source desde 1990, acredita que muitas das inovações mundiais em software vêm da capacidade vibrante desse movimento de criar projetos, investir capital, bem como de fazer fusões e aquisições.

O executivo chegou até a enviar no começo de dezembro uma carta para a comissária de competição da CE, Neelie Kroes, relatando sua preocupação sobre regulamentação com a fusão entre Oracle e Sun.

Segundo Yeaton, a falta de compreensão sobre a dinâmica competitiva do mercado open source e a tentativa da CE de regulamentação pode congelar o interesse de outras empresas comerciais na compra de outras companhias de código aberto.

Na segunda-feira passada, a
Oracle divulgou comunicado com promessas com prazo de cinco anos para desenvolvedores e usuários do MySQL, após fusão com a Sun. A empresa se comprometeu a dar continidade ao processo de distribuição do banco de dados de código aberto dentro do modelo de Licença Pública Geral (GPL) e aumentar os investimentos com pesquisa e desenvolvimento para o produto.

Yeaton acredita que o MySQL continuará recebendo investimentos da Oracle e não acha que um único fornecedor consiga quebrar a dinâmica competitiva no mercado de código aberto. Segundo ele, ?estas dinâmicas são muito fortes, muito orientadas para o mercado". Alguns dos grandes players estão nesta dinâmica, diz ele, dando exemplo da Ingres. Ele cita também a Amazon.com que construiu serviços nas nuvens com o MySQL.

Na última segunda-feira, a empresa francesa de ERP Nexedi fez oferta pública para assumir a administração do MySQL do Oracle, preocupada com o destino do banco de dados de código aberto nas mãos da Oracle. O ERP da Nexedi é baseado em MySQL. Yeaton disse que a iniciativa da empresa francesa ilustra como esta dinâmica é  forte.

Regras da GPL

Jay Lyman, outro analista de código aberto, da empresa 451 Group, não acredita que a oferta da Nexedi seja viável. Ele afirma a Oracle tem demonstrado interesse em manter o MySQL e vai mantê-lo como código aberto, incluindo os mecanismos de armazenamento do banco de dados em uma gama de produtos.

Eben Moglen, fundador e diretor-executivo do Software Freedom,  reconhece que alguns
desenvolvedores de código aberto temem que a Oracle terá muito controle sobre o MySQL. Entretanto, disse que eles devem entender que a GPL foi concebida para proteger a liberdade do código aberto e que tem trabalhado por 20 anos com sucesso.

Em novembro, Moglen enviou uma carta para CE explicando que a GPL dá proteção suficiente para os desenvolvedores de fora da Oracle redistribuir MySQL.

Ele questiona o motivo de a GPL e suas regras estarem sendo desafiadas se elas são tão conhecidas atualmente no mundo dos negócios.



Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar