Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

DIRETOR DA MOZILLA RECOMENDA TROCAR O GOOGLE PELO BING NO FIREFOX

11/12/2009 01:00:00

Um executivo da Mozilla, mantenedora do Firefox, recomendou nesta quinta-feira (10/12) que os usuários do navegador instalem a extensão que inclui o Bing, da Microsoft, na lista dos serviços de busca do navegador.

A sugestão do diretor de desenvolvimento de comunidades da Mozilla, Asa Dotzler, foi motivada pela
entrevista concedida pelo CEO do Google, Eric Schmidt, ao canal norte-americano de TV CNBC.

"Eis como você pode facilmente mudar a busca do Firefox, do Google para o Bing", escreveu Dotzler em seu blog pessoal. O link que ele incluiu leva o usuário a instalar o add-on do Bing.

Motivação
Na entrevista, a jornalista da CNBC perguntou a Schmidt: "As pessoas tratam o Google como seu amigo mais confiável... Eles deveriam?" A resposta de Schmidt motivou Dotzler a mostrar aos usuários como trocar o Google, serviço de busca padrão do Firefox, pelo rival Bing.

"Se você tem algo que não quer que ninguém saiba, talvez você não deveria fazê-lo em primeiro lugar", respondeu Schmidt.

O vídeo com a resposta de Schmidt pode ser visto no YouTube - ironicamente, de propriedade do Google.

Dotzler ironizou os comentários de Schmidt sobre privacidade. "Este foi Eric Schmidt, CEO do Google, dizendo exatamente o que pensa sobre sua privacidade", escreveu no blog. "Não há meias palavras, nada fora de contexto aqui."

Fonte de receita
Dotzler, que trabalha para o Mozilla há dez anos, acrescentou que considera a privacidade do Bing melhor que a do Google.

Na frase, o executivo incluiu links para as páginas de políticas de privacidade seguidas pelo Google e pelo Bing.

O interessante na atitude de Dotzler é que o Mozilla, cujo acordo de vários anos com o Google vence em 2011, tira desse arranjo a maior parte de sua receita. Pelo acordo, o navegador Firefox tem o serviço de buscas do Google como padrão.

De acordo com o último relatório financeiro do Mozilla, 97% de sua receita vem de acordos com Google, Yahoo, Amazon e eBay, entre outros. Mas a maior cota dessa receita tem origem no Google.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar