Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ESPECIALISTA MOSTRA QUE IPHONE ESTÁ VULNERÁVEL A ATAQUES

08/12/2009 01:00:00

 

Em novembro, os usuários de iPhones foram bombardeados com notícias sobre novos vírus para o aparelho, que podem simplesmente inserir a foto de um cantor dos anos 1980 a coisas mais graves, como a criação de botnets e o roubo de dados.

Essas ameaças atingem apenas quem tem um aparelho desbloqueado (com jailbreak), com usuários que deixavam as senhas padrão de alguns serviços originais. Mas será que só esse tipo de usuário está sujeito a problemas de segurança no aparelho? Logicamente, não.

Segundo o engenheiro de software suíço Nicholas Seriot, todos os usuários de iPhone (com ou sem jailbreak) correm riscos. Para comprar sua tese, ele demonstrou que vários aplicativos instalados no celular já podem ler seu catálogo de endereços, roubar números de telefones, checar seus histórico de navegação, rastrear seus movimentos de GPS e muito mais.

Quando uma informação (como sua localização no momento) é solicitada por um programa e obtém a localização do usuário com sua autorização, não há problemas.

Porém, o especialista em segurança afirma que, como já acontece nos computadores, programas nocivos camuflados como softwares legítimos também são uma ameaça para o iPhone, o que chega a ser mais grave, pois o aparelho traz muitos dados confidenciais e não costuma ter ferramentas de proteção instaladas.

Para provar isso, ele demonstrou um aplicativo com essas características criado por ele, o SpyPhone. A ferramenta utiliza os recursos da interface de desenvolvimento de aplicativos do próprio iPhone para obter esses dados.

E esse tipo de ameaça, segundo ele, pode atingir tanto os modelos desbloqueados quantos os originais ("enganando" o processo de aprovação de software da Apple, com recursos ocultos).

Como se prevenir
-    Uma das primeiras providencias é não baixar um aplicativo assim que ele é disponibilizado. Ao fazer isso, você terá outras pessoas ?testando? o produto antes de você correr o risco.
-    Apague aplicativos que estejam agindo de maneira estranha.
-    Mantenha dados importantes criptografados, com aplicativos como 1Password (ferramenta paga que tem preços a partir de 4,99 dólares).
 
 
 
Fonte: MAcWorldBrasil

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar