Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INTEL APRESENTA PROTÓTIPO DE CHIP COM 48 NÚCLEOS

04/12/2009 01:00:00

A fabricante de computadores Intel apresentou na quarta-feira (2/12) o primeiro microprocessador de 48 núcleos que, segundo ela, é de 10 a 20 vezes mais potente do que o chip mais veloz disponível atualmente. E mais: novo processador experimental usa a mesma quantidade de energia que duas lâmpadas de uso doméstico.

Com olhos voltados para centro de dados e computação em nuvens, a Intel desenvolveu núcleos funcionais no novo chip como parte do que ela chama de missão ´terascale´. ?Com um processador desses, você pode imaginar um centro de dados em nuvens para um futuro que será mais eficiente em energia do que o atual?, disse o CTO da Intel, Justin Rattner. ?Com o tempo, esperamos que esses conceitos avançados encontrem um caminho para entrarem em dispositivos populares, assim como a tecnologia automotiva avançada encontrou um jeito de entrar em todos os carros.?

O novo processador surge cerca de dois anos depois de a Intel mostrar um chip experimental de 80 núcleos. O processador não era funcional, porém, e o chip foi usado para estudar meios de fazer um grande número de núcleos se comunicarem eficientemente entre si.

Na época, a fabricante informou que estava a cinco ou oito anos de construir um chip de 80 núcleos pronto para o mercado. Em entrevista, Rattner disse que a previsão mudou e os engenheiros estão perto de desenvolver o chip.

A Intel informou que está atraindo acadêmicos e especialistas de outras empresas para o desenvolvimento do componente ao distribuir 100 dos processadores experimentais de 48 núcleos para que comecem a programar modelos e desenvolver softwares que rodem com tal quntidade de núcleos.

A empresa diz que o processador de 48 núcleos foi feito para ter alta velocidade, rede para compartilhamento de informação, além de novas técnicas de gerenciamento de energia que permitem operações de 25 watts ou 125 watts, dependendo do desempenho do processador.

 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar