Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SAIBA AS DIFERENÇAS ENTRE AS TVS LCD E PLASMA

30/11/2009 01:00:00

Plasma, LCD ou LED?

Eis uma das primeiras dúvidas na hora de escolher uma televisão de alta definição.

Os debates sobre qual das tecnologias é melhor costumam ser acirrados, mas cada uma delas tem suas vantagens e aplicações mais adequadas.

O plasma passa a ser uma opção apenas em tamanhos maiores (cerca de 40 polegadas). Para telas menores, como 19 ou 26 polegadas, o consumidor encontra os aparelhos de LCD.

Um problema que costumava ser recorrente nas telas de LCD, atenuado em modelos atuais, era o tempo de resposta nas cenas em movimento --o que deixava rastros, conhecidos como fantasmas.

"A tecnologia LCD está tão avançada que eu nunca percebi arrasto", afirma Marcelo Zuffo, professor do Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo).

Já o plasma costumava deixar marcas de imagens estáticas, questão também aprimorada em modelos recentes.

Os televisores de plasma geralmente oferecem maior ângulo de visão e são indicadas para ambientes mais escuros. Já os aparelhos de LCD se dão melhor em ambientes com boa iluminação.

"O plasma oferece, em geral, melhores níveis de preto. A cor negra sempre aparece mais profunda em comparação com o LCD", escreve Gary Merson no HDGuru.com.

LED

Começam a chegar ao mercado brasileiro televisores de LCD com tecnologia LED (diodo emissor de luz), que, de maneira geral, consomem menos energia, oferecem imagens mais brilhantes e têm espessuras menores.

Como são mais recentes, os aparelhos de LCD com LED costumam ser mais caros.

O Amoled é uma evolução da tecnologia LED que possibilita o desenvolvimento de aparelhos ainda mais finos e com imagens ainda mais brilhantes.

Por conta dos altos custos, porém, o Amoled só é empregado atualmente em telas menores, como as de celulares.

Tubo

As antigas e um tanto desengonçadas TVs de tubo (CRT) estão escasseando nas prateleiras, mas, segundo Zuffo, ainda oferecem um bom custo-benefício em alguns casos -uma pequena TV na cozinha, por exemplo. "Antes da TV digital, um aparelho CRT de 29 polegadas custava R$ 2.500. Hoje, você compra um por R$ 600."


 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar