Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ASSOCIAÇÃO DAS OPERADORAS NEGA RISCO DE ´CALADÃO´ NO BRASIL

26/11/2009 01:00:00

O presidente da Associação Brasileira de Concessionárias do Serviço Telefônico Fixo Comutado (Abrafix), José Fernandes Pauletti, descartou a possibilidade de haver um colapso do sistema de telecomunicações no Brasil.

?Não há a menor hipótese?, afirmou Pauletti, durante o mesmo seminário em que, momentos antes, o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Ronaldo Sardemberg, anunciou que uma comissão foi criada para estudar o assunto e evitar um "caladão".

Segundo Pauletti, o serviço de telefonia fixa do País está estacionado em 40 milhões de usuários. O executivo também não considera a hipótese de que o crescimento da demanda por banda larga móvel e celulares possa levar a um colapso.  ?Banda larga tem algumas concentrações, alguns gargalos, mas não leva a um ´caladão´?, afirmou. Para o presidente da Abrafix, o sistema de telecomunicações brasileiro está bem estruturado.

Para diminuir a sobrecarga na infraestrutura do setor, as empresas de telefonia e a Anatel devem ser reunir no dia 3/12 para negociar a permissão para o compartilhamento das redes. A experiência já foi testada em cidades com menos de 30 mil habitantes.

Na época da licitação do serviço de banda larga móvel 3G, a agência impôs como condição que essas cidades menores fossem atendidas, e o compartilhamento foi então utilizado. Agora, os setores privado e público negociam uma divisão maior da rede para todo o País.

Controle
O superintendente de serviços privados da Anatel, Jarbas Valente, disse que o órgão regulador também vem controlando os serviços de banda larga móvel para evitar um colapso. Segundo ele, o serviço só é liberado quando as empresas comprovam que as redes estão preparadas para atender novos consumidores. ?Se não estivéssemos acompanhando seria muito mais [o crescimento do mercado de banda larga]. Não tem problema porque nós estamos segurando [a oferta do serviço]?, afirmou.

O mercado de banda larga 3G cresceu quase 20% só em outubro de 2009. Para o superintendente da Anatel, se a oferta do serviço estivesse liberada, esse crescimento poderia ser mais do que o dobro registrado. Em outubro passado, 70% do crescimento do mercado de telefonia móvel teve origem nas vendas de banda larga.

 
 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar