Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PRIMEIRAS REDES DE CELULAR 4G DEVEM ESTREAR NO FIM DE 2010

25/11/2009 01:00:00

Os testes das redes 4G estão avançando, e as operadoras que já experimentam a tecnologia estão ansiosas para estrear novos serviços o mais rapidamente possível.

Em levantamento com dados coletados em setembro de 2009, 100 operadoras móveis diziam já ter a tecnologia Long Term Evolution (LTE) - o último passo rumo à geração 4G de tecnologias de rádio projetadas para aumentar a capacidade e a velocidade das redes de telefonia móvel. Todas disseram usar o LTE em caráter de teste ou estavam prestes a iniciá-los.

A região da Ásia-Pacífico abriga 40 desses testes, com as operadoras no Japão e na Coréia do Sul liderando o ranking.

Além destes, outros 33 contratos para instalação de equipamentos LTE foram anunciados.

Em 2010
A ABI Research prevê que os assinantes de redes LTE alcancem 32,6 milhões em 2013. No entanto, a primeira rede LTE deverá começar a operar comercialmente apenas no fim de 2010.

O analista Bhavya Khanna, da ABI Research, afirmou que "para acompanhar o crescimento exponencial das redes móveis cujo uso foi estimulado por planos de dados de preço fixo, as operadoras devem atualizar sua estrutura de 3G".

Muitas operadoras não podem esperar até que a tecnologia LTE esteja operacionalmente pronta, e já têm começado a atualizar suas redes 3G para os padrões HSPA (HsDPA e HSUPA).

O HSPA permite às operadoras aumentar sua taxa de download para até 21 Mbps. Além disso, cerca de 200 redes foram atualizadas ou estão em processo de atualização de 3G para HPSA, incluindo mais de 50 redes na região da Ásia-Pacífico.

Contratos para atualizações de 54 redes para o padrão HPSA também foram anunciados, indicando um forte compromisso com a atualização do 3G.

"O caminho rumo à disseminação do LTE está claramente acelerado", conclui Khanna, "mas as operadoras não podem se dar ao luxo de negligenciar suas redes existentes."

Em 18 de agosto de 2009, a Comissão Europeia anunciou que vai investir um total de 18 milhões na pesquisa e no desenvolvimento das tecnologias LTE e LTE Advanced.




Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar