Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MOZILLA RECONHECE USO ELEVADO DE CPU PARA CARREGAMENTO DE PÁGINAS NO FIREFOX

24/11/2009 01:00:00

Talvez o maior problema do Firefox ? embora eu ache que o Rafael não diria a mesma coisa ou apenas isso ? é o seu uso elevado de CPU quando comparado ao dos seus principais concorrentes, tanto no Mac OS X, quanto no Windows. Isso é até oficialmente reconhecido pela Mozilla e, de acordo com a CNET News, tende a causar problemas cada vez maiores conforme o hardware em questão é mais limitado, algo fácil de se constatar em MacBooks Air (e até nos brancos, eu diria) e Macs mini.

Esse fator de alto consumo de CPU costuma variar de usuário para o usuário, porém, conforme a Mozilla esclarece em um artigo de suporte, é facilmente notável por todos durante o carregamento e processamento de páginas. Um usuário comum costuma ter de 6 a 12 delas abertas ? independentemente de estarem em abas ou janelas ?, algo que, no caso do Firefox, serve para gerar possíveis problemas durante o dia, notáveis pela lentidão da interface ou pelo calor gerado pela máquina, consequentemente resfriado pelas ventoinhas.

Quando comparado com o Safari, o navegador da Mozilla pode consumir de 4 a 15 vezes mais CPU e, numa época em que máquinas ultraleves ou com pouco poder computacional fazem sucesso, usá-lo para navegação diária pode se tornar cada vez mais difícil. Há diversas áreas nas quais ele pode ser mais pesado do que outros concorrentes, incluindo plugins (como o Flash Player, que é muito mais leve no Safari), JavaScript (fácil de se notar passando alguns minutos no Google Wave) e extensões em geral, que normalmente são construídas com poucas preocupações em sua performance e estabilidade.

A versão 3.6 do Firefox, em desenvolvimento pela Mozilla, tenta compensar esse alto consumo de CPU tornando a interação do usuário com suas funções mais veloz e também mudando aspectos do comportamento de plugins e extensões. No entanto, uma das funções que a empresa mais divulga em seu navegador, que é o caso do suporte nativo a Open Video, é a mais propícia a aumentar o uso de CPU e a temperatura das máquinas, e pouco se pode fazer nessa área quando não existe aceleração de hardware nativa para esse formato de vídeo.

Como já disse, notar problemas de CPU com o Firefox é algo que varia muito entre usuários: nem todos o acham ruim, mas nem todos conseguem usá-lo numa boa sempre. O pouco que a Mozilla pode fazer nessa área é ceder dicas, para nos ajudar a reduzir o consumo de recursos enquanto navegamos pela internet. Quem sente esses problemas constantemente no Mac pode se sentir aconselhado a buscar um navegador mais leve, como o Safari.
 
 
 
 
Fonte: MacMAgazine

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar