Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

COMO SABER SE JÁ É O MOMENTO DE FAZER A MIGRAÇÃO PARA O WINDOWS 7

29/10/2009 01:00:00

windows_7_upgrade_150.jpg
O melhor indicador para saber se já está na hora de migrar para o Windows 7 é a dúvida. Se você ainda não tem certeza disso, então o melhor a fazer é esperar. Agora, se estiver enfrentando problemas de segurança e de desempenho em seu computador atual, a decisão foi tomada pela necessidade e você terá de migrar. Saiba, porém, que o procedimento em si não é simples. Pelo menos não para a maioria dos usuãrios comuns.

Em primeiro lugar, quem resolveu trocar o atual sistema operacional instalado no PC - Windows XP ou Vista - para o Windows 7, precisa saber antes se o computador vai aguentar o tranco. Para checar a compatbilidade da configuração atual, vale a seguinte premissa: se vocë já tem o Vista instalado, então ele é compatível; os requisitos de hardware do Vista são suficientes para rodar o novo software da Microsoft.

Para quem ainda usa o Windows XP, o melhor a fazer é utilizar a ferramenta que a Microsoft preparou. Gratuito, o Windows 7 Upgrade Advisor orienta o usuário sobre as condições de atualização. Também é importante verificar a página oficial de Atualização e Migração para o Windows 7 para informações adicinais.

Lembre-se: Usuários do Vista têm a opção do upgrade (ou customizada, como a denomina a Microsoft) - ainda que seja necessário comprar a versão completa do sistema operacional (uma possível versão de atualização pode sair no início de 2010). Já quem tem o  Windows XP instalado terá  de optar pelo processo de instalação completo.

Para tornar as coisas menos complicadas, a Microsoft desenvolveu uma ferramenta para ajudar os usuários do Windows XP. O  Windows Easy Transfer para migrar arquivos e configurações do Windows XP para o Windows 7 no mesmo computador.

O usuãrio deverá copiar os arquivos para um dispositivo de armazenamento removível  (HD externo) ou pasta na rede. Faça a instalação do Windows 7 e, depois, transfira os arquivos de volta para o PC. Infelizmente, será necessário instalar seus aplicativos de novo. Mas os arquivos pessoais (documentos, músicas, fotos e vídeos), bem como as configurações foram preservados (eles foram salvos no dispositivo externo).

Grandes empresas, que possuem muitas máquinas rodando versões anteriores do Windows (XP ou Vista,) tendem a esperar um pouco mais. A ideia é aguardar que os problemas iniciais que comumente afetam novos sistemas operacionais tenham sido resolvidos para, então, iniciar a migração.

Já o cenário para as micros e pquenas empresas não difere muito do que o usuário final deve fazer Quem tem PCs mais antigos e rodando o Windows XP devem continuar na plataforma até que os computadores sejam substituídos por novos, que trarão o Windows 7 pré-instalado.

Aliás, a aquisisão de PCs novos é a forma mais recomendável de começar a usar o novo sistema operacional. Os fabricantes customizam o hardware para que ele funcione corretamente com o software e as chances de que haja incompatibilidade entre o Windows 7 e os dispositivos de hardware são pratiamente inexistentes. E, caso ocorram, o suporte do fabricante irá solucioná-los para você.

Sem contar com o fator custo: equipamentos novos oferecem  uma configuração mais atual e podem trazer versões mais completas do Windows por um preço mais interessante do que se o usuário decidisse adquirir o Windows 7 por conta própria.
 
 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar