Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PROCESSO CONTRA A NOKIA PODERÁ CUSTAR US$1 BILHÃO À APPLE

26/10/2009 01:00:00

Caso perca o processo contra a Nokia, a Apple poderá ser forçada a pagar US$1 bilhão para a Nokia, segundo um analista da Strategy Analytics que cedeu informações sobre o caso à Reuters. Esse valor vai bem além do máximo de US$400 milhões que Gene Munster, da Piper Jaffray, estipulou como sendo ?improvável? de ser cobrado pela reclamante.

iPhone 3GS deitado, de lado

A Nokia é uma das gigantes do setor de telefonia móvel que mais detém patentes norteando os padrões utilizados, junto de Qualcomm e Ericsson. Mesmo sendo revolucionário e contendo mais de 200 patentes, o iPhone não concede à Apple muita coisa para comparar-se com a sua concorrente, que comprou uma briga bastante favorável para si ao anunciar que dez patentes são infringidas pelo aparelho.

Ben Wood, diretor de pesquisas da CCS Insight, registrou uma opinião bastante coerente sobre o caso, porém favorecendo a Nokia:

É quase inconcebível para uma empresa a produção de um telefone celular sem o uso de tecnologias patenteadas da Nokia. [...] Custos de licenciamento de propriedade intelectual criam uma barreira enorme para empresas que entram tarde no mercado de telefonia celular. Como resultado, elas tornam-se contribuintes de gigantes consagradas no setor, como Ericsson, Motorola, Nokia e Qualcomm.

Vale adicionar a esse comentário algumas opiniões de leitores que li no artigo anterior. Não importa quem esteja sendo ilegal nessa história: infringir patentes é uma falha grave, e a empresa/pessoa prejudicada por isso deve ser indenizada de forma justa. Especular valores não costuma ser bom ? aliás, é perda de tempo.

O que mais pesa nesse processo é o fato de que a Apple aparenta ter sido procurada pela Nokia na tentativa de acertar essa situação, mas ela se teria recusado a arcar com os custos de licenciamento cabíveis à opinião da detentora das patentes. Isso, no entanto, não foi algo que aconteceu com outras empresas ? de acordo com a Reuters, a Ericsson foi uma que estabeleceu um acordo de licenciamento com a fabricante do iPhone.

Por outro lado, essa briga judicial pode não estar sendo iniciada apenas devido à infração de patentes, de acordo com Maynard Um, analista da UBS. Ele sugere que a Nokia está fazendo isso para retardar o impacto de um contra-processo da Apple, sobre tecnologias que a finlandesa está empregando em seus futuros processos. Não é preciso ser nenhum gênio ou fanático pela Apple e seus produtos pra prever que uma nova geração de aparelhos da Nokia trará funções de hardware encontradas similarmente em iPhones.

Fazendo isso, porém, o caso das duas empresas poderá ser arrastar por um bom tempo nos tribunais, podendo custar muito mais do que executar acordos de licenciamento hoje. O que eu não entendo é qual seria o motivo para Apple e Nokia estarem escolhendo o pior caminho, a fim de acertarem uma briga dessas.
 
 
Fonte: MacMagazine

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar