Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

O IPOD NANO AGORA FILMA E TEM RÁDIO

15/10/2009

 
iPod Nano iPod Nano iPod Nano iPod Nano iPod Nano
 
iPod nano (quinta geração)
  • Apple
    Pesquisa INFO de Marcas - Reputação: Excelente
  • Prós: Vem com câmera VGA para fazer filmagens, rádio com pausa ao vivo e contador de passos
  • Contras: Não tem Bluetooth para conectar fones de ouvido sem fio
  • Conclusão: Player fino e leve, com boa qualidade de som e interface bonita
  • Avaliação técnica: 8,2
  • Preço: 579 reais
Ficha técnica
  • 8 GB > Áudio: MP3, AAC > Vídeo: MPEG-4, H264 > LCD de 2,2" > 36 g > Bateria: 735 min (tocando MP3)
 
Quase tudo o que faltava na encarnação anterior do iPod nano está na lista de habilidades do player magricela da Apple em sua quinta geração. Agora ele sintoniza rádios FM ? com direito a pausa na programação ?, tem gravador de voz, alto-falante e até uma câmera para filmar, mas não para tirar fotos. Nem precisava, mas a tela ficou um pouco maior e o tocador ganhou um contador de passos. O valor de 579 reais não é nenhum docinho, mas nós já ficamos contentes de ver que, pelo menos, manteve-se o preço do antecessor.

As medidas do modelo continuam rigorosamente iguais às do antigo, assim como o peso. Ele tem 36 gramas e mede 0,6 centímetro de espessura. Visualmente, a única mudança está na tela, que ganhou 0,2 polegada. Isso melhora a experiência na reprodução de vídeos e na hora de escolher qual disco vai tocar, usando a interface Cover Flow, que mostra todas as capas com o display na horizontal, como o iPhone. Mas a seleção é feita por meio do botão sensível ao toque, e não com o dedo deslizando pela tela.

A câmera com resolução VGA até grava com qualidade decente, mas a posição dela é a pior possível. Fica na parte de trás, no canto direito inferior do aparelho. Como nosso movimento natural é colocar a mão em cima da lente, quando queremos filmar no formato retrato, o ideal seria que a câmera ficasse na parte de cima. O jeito é gravar sempre em paisagem, com o player deitado, como se fosse uma máquina de fotografar. O problema é que o nano é fino e leve demais para termos alguma precisão na filmagem.
 
 
 
 

Som de respeito



Durante os testes, nossa percepção foi de que a qualidade do áudio no iPod nano continua muito boa, como sempre. Porém, não chega no padrão bem acima da média dos players Sony, por exemplo. No caso do tocador da Apple, faltam ajustes mais finos de equalização e surround. Os fones são os mesmos do iPhone, então a única novidade nesse quesito é o alto-falante externo. Obviamente, ele não é aquela maravilha, mas não podíamos esperar nada além de um som baixo e distorcido num aparelho fino desse jeito.

Demorou, mas finalmente a Apple colocou rádio FM no iPod nano. E, para variar, caprichou na interface. Você troca de estação passando o dedo na roda seletora, por uma tela que imita a de um rádio analógico. A melhor parte é a possibilidade de pausar a programação. Ao ativar essa opção, o iPod começa a gravar o que está tocando e permite ao usuário voltar alguns minutos no tempo. Quando muda de frequência, o aparelho simplesmente apaga esse conteúdo.

O tocador também ganhou um microfone embutido em sua carcaça, que permite gravar áudio. A qualidade do som capturado é tão boa quanto a que vimos no iPhone 3GS ? dá até para gravar podcasts com voz clara e sem distorções de frequência. Porém, como não se trata de um microfone direcional, ele capta os ruídos do ambiente. Talvez a melhor alternativa fosse colocar esse acessório no fio do fone, como acontece na maioria dos celulares.
 

Outras frescuras legais



Além de alterar a orientação da tela, o sensor de posição também permite colocar a reprodução de músicas no modo aleatório com uma chacoalhada. É só balançar o aparelho para mudar de faixa. Já para quem gosta de colocar um critério na playlist, existe o recurso Genius. O sistema busca artistas relacionados com o som executado no momento, num esquema parecido com o que faz o site Last.Fm.

A versão 9 do iTunes, que precisa estar instalada em sua máquina para você mandar as músicas para o iPod, roda o Genius e faz essa seleção automaticamente. Inclusive, o aplicativo recomenda, numa barra lateral, arquivos em MP3 disponíveis para compra na iTunes Store, de acordo com o seu gosto. Após os testes do INFOLAB, achamos que o recurso não é maravilhoso e acaba mais enchendo o saco de quem já não gosta do programa. E olha que não é pouca gente.

Para quem gosta de malhar ouvindo música, o iPod nano tem um recurso bacana, o contador de passos. Basta inserir seu peso e sair andando para o aparelho fazer a conta de quantas calorias você está perdendo. Com esse monte de ferramentas novas, o duro é decidir se tudo isso e mais o design fininho são mais interessantes do que um iPod touch, com Wi-Fi e tudo, que hoje custa apenas 100 reais a mais, na versão de 8 GB.
 
 
 
 
Fonte: Info Abril

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar