Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TERMINAL PORTUÁRIO SANTOS BRASIL INVESTE US$ 100 MIL EM REDE SEM FIO

13/10/2009

O Santos Brasil, maior terminal de contêineres da América do Sul, instalado na região portuária do Guarujá, investiu 100 mil dólares em um novo sistema de rede sem fio. Com um cenário de difícil propagação de rede, movimentos de contêineres, clima, salidade, entre outros fatores que degradam o sinal, a meta era reformular o sistema já existente, que não atendia às necessidades da empresa.

Para isso, a empresa contou com ferramentas da fabricante de equipamentos de rede Aruba, implantadas pela Synergy Tecnologia em Sistemas. A meta era garantir uma transmissão de dados com qualidade e consistência, utilizando uma estrutura para interconexão, que pudesse lidar com as inúmeras barreiras.

Antes de implantação, a empresa usava uma tecnologia que não era estável e que deixava diversas áreas de sombra, atrasando o andamento das atividades. ?Os caminhões que circulam na área e dependem da conexão para receber instruções de operação não conseguiam trocar de ponto de acesso sem perder contato? afirma Ricardo Abbruzzini Filho, gerente de TI da Santos Brasil.

O gerenciamento descentralizado também era um problema. Cada ponto de acesso (AP, da sigla em inglês access point), tinha seu próprio console, o que dificultava um controle adequado e uma visão geral da rede.

Após uma fase de estudos, desenvolvimento, homologação e implantação, que consumiu os 100 mil dólares e 4 meses de trabalho, a empresa pôde contar com uma plataforma mais confiável, integrada e sem sombras de conexão. A companhia instalou pontos de acesso do modelo AP-85, resistentes aos fenômenos naturais, que foram intercalados em duas frequências diferentes para não sofrerem com interferência.

A potência dos equipamentos, no entanto, poderia gerar um problema de segurança, já que foram identificadas outras 30 redes acessíveis no local. Para resolver, a empresa implementou um firewall capaz de bloquear sinais e uma ferramenta de monitoramento que faz um controle proativo das atividades na rede.

Toda a rede é gerenciada por dois controladores Aruba 3400, onde se localiza o sistema de firewall e de detecção de intrusos, que proporcionam um ambiente único de gerenciamento em um dispositivo no CPD da empresa. ?O ambiente enxerga todos os sinais, a qualidade, a cobertura, identifica problemas e faz um gráfico em tempo real do que está acontecendo?, afirma.

Com o sucesso da implementação, a empresa já estuda expandir a solução para as duas outras empresas de logística portuária da Santos Brasil: a Mesquita (Santos e São Bernardo do Campo/SP) e a Union (Imbituba/SC).
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar