Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

APÓS PREJUÍZO, PALM DEIXA DE OFERECER SMARTPHONES COM WINDOWS

21/09/2009

A fabricante de smartphones Palm vai parar de oferecer novos dispositivos móveis com o sistema operacional Windows Mobile, da Microsoft, passando a se concentrar em seu próprio sistema operacional, o WebOS.

O anúncio foi feito pela empresa norte-americana na quinta-feira (17/9) durante a apresentação dos resultados financeiros da Palm, no primeiro trimestre fiscal de 2010. No período, a empresa apresentou um prejuízo de 164,5 milhões de dólares, quatro vezes maior do que a perda de 41,9 milhões de dólares registrada no primeiro trimestre fiscal de 2009.

O resultado negativo da Palm já era previsto pelos analistas do mercado financeiro. As vendas da empresa somaram 360,7 milhões de dólares superando a previsão dos especialistas, que estimavam um resultado de 297,7 milhões de dólares, de acordo com uma pesquisa da consultoria Thomson Reuters.

No trimestre em que lançou o PalmPre, seu primeiro celular com o sistema WebOS, a Palm vendeu 823 mil smartphones - um salto de 134% sobre o quarto trimestre fiscal de 2009 e uma queda de 30% em um ano. A queda significa que a empresa ainda não conseguiu recuperar suas vendas com o lançamento do PalmPre. Por enquanto o aparelho está disponível somente nos Estados Unidos, pela operadora Sprint, e no Canadá, vendido pela Bell Mobility.

A fabricante já tem acordos firmados para ampliar a oferta do Pre em outros mercados, informou o principal executivo da empresa, o Chief Executive Officer (CEO), Jon Rubinstein. O modelo chega à Europa no final do ano, pela Telefônica e a nova versão do WebOS, batizada de Pixi, será oferecida pela Sprint ainda este ano.

A empresa reajustou sua previsão de resultados financeiros para o segundo trimestre fiscal de 2010, prevendo uma receita entre 240 milhões e 270 milhões de dólares - até 50% inferior ao resultado do primeiro trimestre.

Agora, a Palm deve se concentrar na oferta de aparelhos com seu próprio sistema operacional, no lugar de desenvolver modelos com sistemas de terceiros como o Windows. "Embora ainda existam Centros e Treos nos canais de vendas, os esforços de nossos engenheiros estão baseados no WebOS", disse Rubinstein. O Palm Centro roda o sistema PalmOS, enquanto o Palm Treo opera com Windows Mobile.

O apelo do modelo Pre junto a usuários corporativos - um segmento que também é foco da Microsoft - deve ter ajudado a Palm a se concentrar em seu próprio sistema. "Percebemos logo que a demanda [de empresas] foi mais forte do que o esperado", comentou o CEO da Palm. Como resultado, a empresas acelerou as atualizações da plataforma WebOS para este público, incluindo políticas de segurança da plataforma de comunicação Exchange.

 
 
Fonte: Pcworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar