Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FALSOS ANTIVÍRUS ESPALHAM PRAGAS VIRTUAIS

20/08/2009

É cada vez mais comum na internet a presença de armadilhas com vírus. Mensagens de email, recados no orkut e agora antivírus falsos. Isso mesmo, a última dos hackers apresenta ao usuário falsos softwares que ao invés de eliminar as pragas virtuais, as espalham.

Os falsos antivírus além de cobrar por um software de mentira, contamina a máquina, a usa para ter acesso a informações pessoais e ainda muitas vezes incita o usuário a agir segundo o desejo do hacker.

Segundo a Symantec, empresa de segurança que conta com mais de 30 mil amostras de antivírus falsos, o "Antivirus 2008", por exemplo, infectou com o Conficker milhares de equipamentos no mundo. Só o Brasil é responsável por 24,3% desses computadores.

Veja aqui um vídeo de uma navegação na internet em uma página com praga virtual que simula uma varredura de segurança enganosa, que leva o usuário a instalar um software suspeito.

A Symantec dá algumas dicas para se proteger contra os falsos antivírus, confira:

1. Navegue em sites de confiança. Se precisa entrar em um endereço que nunca visitou, acesse http://safeweb.norton.com e digite o endereço do site. Você terá uma resposta se a Symantec ou outros usuários detectaram problemas com a página;

2. Tenha uma solução de segurança original e ativa. Um antivírus gratuito pode não ser suficiente para protegê-lo de uma forma abrangente e com atualizações frequentes;

3. Mantenha a calma. Se o seu software de segurança não detectou nada de errado, então o site está tentando enganá-lo. Se ainda assim estiver na dúvida, rode uma varredura completa pelo seu software de segurança;

4. Ative os recursos de segurança integrados ao navegador. As principais soluções de segurança indicam páginas perigosas na lista de resultados das ferramentas de pesquisa. Assim, sabe-se se o link é perigoso antes de clicar nele;

5. Desconfie das mensagens. Embora a curiosidade tente falar mais alto, se você não está esperando uma mensagem de correio eletrônico ou desconhece o remetente, delete sem abrir. Os criminosos enviam ofertas que prometem proteger seu computador com os mais avançados softwares de segurança, mas na verdade, não passam de antivírus falso. Vale o ditado: quando a esmola é demais, o santo desconfia! E não deixe de desconfiar.

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar