Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

USO EXCESSIVO DE COMPUTADOR PODE PROVOCAR FOTOFOBIA, ADVERTE ESPECIALISTA

04/08/2009

A hipersensibilidade à luz é cada vez mais comum em pessoas que passam horas em frente à tela do computador. Conhecida como fotofobia, essa intolerância prejudica a qualidade de vida do indivíduo, além de provocar desconforto e, eventualmente, enxaqueca, alerta Wilmar Silvino, oftalmologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos.
 
De acordo com Silvino, o agente causal da fotofobia não é o computador, mas a permanência excessiva diante da tela faz com que doença se manifeste.

A fotofobia pode, também, ocorrer como resultado de alterações do sistema ocular e de outros sistemas. As alterações mais freqüentes que levam à fotofobia são dores de cabeça frequente, noites mal dormidas, uso de óculos inadequados e tarefas que exigem atenção ocular para perto como, por exemplo, a utilização de computadores.

"No caso do uso excessivo do computador é importante que a pessoa faça intervalos de alguns minutos a cada duas horas", acrescenta o especialista, que também ressalta a necessidade de a tela do equipamento ficar na altura do nariz com distância de 50 centímetros do aparelho.

Com o esforço em frente à tela do monitor, a pessoa pisca menos, o que diminui a lubrificação dos olhos. "Piscando menos, os olhos ficam secos por evaporação excessiva da lágrima", diz o médico.

Riscos da doença

Pessoas de pele ou olhos claros podem apresentar a fotofobia por falta de melanina e devem tomar mais cuidado, usando diariamente óculos de lentes escuras, principalmente em locais ensolarados.

De maneira geral a doença pode comprometer a rotina do individuo, impedindo-o de fazer atividades como dirigir, caminhar durante o dia, tomar sol, assistir TV, trabalhar em frente à tela do computador, entre outras.

O tratamento para a fotofobia é variável, pois depende da causa que a gerou. Em casos originados a partir de doenças, é importante tratá-la o quanto antes. Mas há casos em que não há nenhum tipo de doença e sim um excesso de sensibilidade.

"Quando isso acontece é fundamental que a pessoa se habitue à claridade ou utilize lentes/óculos que protejam os olhos contra a claridade", finaliza o médico.

Veja abaixo algumas dicas para se prevenir contra a fotofobia:

  •  Faça um descanso de 10 minutos a cada uma hora de trabalho.
  •  Evite colocar o monitor em uma posição em que alguma janela fique de frente para seu olhar.
  •  Use o monitor do computador abaixo da linha do horizonte de visão.
  •  Pessoas com predisposição devem usar lágrimas artificiais (colírios) ou umidificar o ambiente.
  •  Mantenha uma distância de 50cm da tela do monitor.

 O uso de lentes de contato pede lubrificação extra dos olhos.

 
 
 
 
Fonte: Wnews

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar