Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

KAZAA VOLTA AO MERCADO OFERECENDO MÚSICA DIGITAL POR ASSINATURA

22/07/2009

O site de compartilhamento de arquivos Kazaa, que foi alvo de uma série de processos por infração de direitos autorais e chegou a ser fechado, anunciou seu novo modelo de venda de conteúdos por assinatura, nos Estados Unidos, marcando seu retorno à rede de forma legalizada.

O novo sistema de pagamentos administrado pela atual proprietária do Kazaa, a empresa Brilliant Digital Entertainment (BDE), permite o download ilimitado de músicas no formato mp3 por uma assinatura de 19,98 dólares.

O pacote, entretanto, é voltado somente a desktops, o que significa que o internauta não poderá reproduzir as músicas adquiridas e, tocadores como o iPod, da Apple. Além  disso, o acesso aos arquivos é interrompido quando o usuáiro encerra sua assinatura.

O novo serviço representa uma mudança significativa nos rumos do Kazaa, que travou uma batalha contra gravadoras norte-americanas no valor de 100 milhões de dólares por infração de direitos autorais.

Em 2006, o Kazaa fechou um acordo com as gravadoras Universal Music Group, Sony BMG Music Entertainment, EMI Group e Warner Music Group, que alegavam que a antiga proprietária do serviço, a  Sharman Networks, permitia que os internautas infringissem as leis de proteção aos direytos autorais pela troca de músicas em sua rede peer-to-peer (P2P).

O uso do Kazaa gerou um processo contra a norte-americana Jammie Thomas, nos Estados Unidos. Em junho, Thomas foi condenada a pagar uma multa de 1,9 milhão de dólares à Record Industry Association of America (RIAA) pelo download e compartilhamento ilegal de 24 músicas pela internet. Recentemente, problemas legais forçaram o buscador de torrents sueco, The Pirate Bay, a considerar modelos de pagamento para downloads.

 
 
 
Fonte: PCWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar