Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CHROME OS VAI DEMORAR ANOS PARA AMEAÇAR WINDOWS, DIZEM ANALISTAS

10/07/2009

A entrada do Google no mercado de sistemas operacionais apresenta uma ameaça de longo prazo à Microsoft, afirmam analistas que acompanham o segmento de Windows nesta quarta-feira (8/7).

"A Microsoft deve se preocupar? A Microsoft vai sempre se preocupar, mesmo que deva ou não? disse Michael Silver, analista de sistemas operacionais da consultoria Gartner. "A Microsoft, no fim das contas, é uma das empresas mais paranoicas do mundo."

Na noite de terça-feira (7/7), o Google anunciou o lançamento de um sistema operacional de código aberto, que já era esperado por alguns especialistas do setor após o lançamento do navegador Chrome, no ano passado. O novo Google Chrome OS, que é baseado no código central do Linux e construído em torno do Chrome, deve chegar ao mercado, pré-instalado em netbooks, na segunda metade de 2010.

Na visão de Silver, a notícia é um alerta para a Microsoft, que estava concentrada na concorrência com o Google no segmento de buscas. Agora, há uma batalha no horizonte no setor de sistemas operacionais, que ainda vai tardar a acontecer.

Embora lidere o mercado de buscas com 65% de participação em junho, segundo análise da comScore, o Google vem tentando, de fato, incomodar a Microsoft há algum tempo.

O lançamento de um sistema operacional é o quinto elemento-chave nesta disputa, que inclui o pacote de produtividade online Google Apps ? que deixou o status de ?beta?, esta semana, e ganhou melhorias para atrair usuários corporativos ? contra o Microsoft Office, o sistema operacional de código aberto Android para celulares, que vem conquistando espaço do Windows Mobile, o Gmail incomodando Hotmail e Outlook com novas funções e o GTalk tentando roubar espaço do MSN Messenger, líder dos comunicadores instantâneos.

Na área de sistemas operacionais ?ainda vai levar um tempo para que o Google se torne um concorrente da Microsoft?, avalia Silver.

"Entre as empresas, por exemplo, 70% das aplicações demandam o uso do Windows. E mesmo em casa, funções como finanças pessoais ainda exigem o uso do Windows. Por isso acredito que seja uma ameaça de longo prazo para a Microsoft?, afirma o analista do Gartner.

O analista da consultoria Directions, Michael Cherry, concorda com Silver. "É difícil de enxergar isso como uma ameaça à Microsoft" diz ele. "Claro que vai impactar de certa forma nas vendas de netbooks, que já contavam com versões rodando Windows, mas [o Chrome OS] não me parece ser realmente uma plataforma de aplicações. A web é a aplicação.?

Juntando algumas peças reveladas pelo Google, os dois analistas acreditam que as aplicações criadas para o sistema operacional do Google também funcionarão no Windows ou mesmo no Mac OS X, da Apple.

"Aplicações escritas pelo Google irão rodar em todos os navegadores do Mercado, então não há necessidade de usar o Chrome OS" aponta Cherry.

Embora o sistema operacional do Google ainda seja uma ameaça distante à Microsoft, o analista da Directions não poupa alguns conselhos para a gigante de software.  "A Microsoft tem de entregar as promessas que fez, incluindo o Windows 7 e tem de apresentar o trabalho que tem sido feito sobre o Azure? disse Cherry em relação ao sistema operacional da Microsoft baseado na computação em nuvem. "Ela tem de entregar isso e a versão online do Office Web" aconselhou.

A chegada do Azure e do Office Web pode ocorrer na próxima segunda-feira (13/7) durante o evento anual Worldwide Partner Conference, da Microsoft, em Nova Orleans, nos Estados Unidos, sinalizaram os analistas com base em rumores que circulam no mercado.

 
 
 
Fonte: PCWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar