Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT FAZ SEQUÊNCIA DE LANÇAMENTOS E INCOMODA CONCORRÊNCIA

29/06/2009

No último mês, encontrar o nome da Microsoft nos noticiários não tem sido difícil. A empresa vem ganhando atenção com uma sequência de lançamentos que incluem várias de suas divisões. E, como não se via há muito tempo, cada um desses produtos parece incomodar seus concorrentes.

Entre eles, o Bing (ferramenta de buscas), o Zune HD (tocador de MP3) e o Security Essentials (antivírus). Há também o sistema de reconhecimento de gestos Project Natal, para games. E a empresa anunciou que o Windows 7 chegará às lojas em 22 de outubro.

Eugene Hoshiko -15.mai.09/AP
Microsoft faz uma série de lançamentos com o intuito de concorrer em diversas áreas
Microsoft faz uma série de lançamentos com o intuito de concorrer em diversas áreas

Na mira da Microsoft estão o Google, a Apple (e seu iPod Touch) e a Symantec e a McAfee (líderes no mercado de antivírus), além da Nintendo, fabricante do Wii.

A quantidade de lançamentos em curto espaço de tempo sugere uma estratégia mais agressiva da companhia para ganhar território junto ao consumidor final. Mas não é o que pensam analistas ouvidos pela Folha. "Eu não acredito que tenha havido qualquer orquestração entre os diferentes grupos criadores desses produtos", disse Matt Rosoff, da Directions on Microsoft, agência independente de análise, cuja especialidade está no nome.

Osvaldo Barbosa de Oliveira, diretor-geral para mercado de consumo e on-line da Microsoft Brasil, também diz que a série de lançamentos é coincidência. Ele, porém, confirma o novo objetivo da empresa.

"O foco que tivemos nos últimos anos para produtos corporativos fez com que talvez alguns outros músculos do nosso corpo se atrofiassem um pouco. Mas temos nos renovado em relação ao consumidor final."

Para desatrofiar, a companhia investe alto em marketing. O site especializado Advertising Age calcula investimentos de US$ 80 milhões a US$ 100 milhões somente no lançamento do Bing. A quantia vai contra a maré do mercado publicitário dos EUA, que, no primeiro trimestre de 2009, registrou queda de 12% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o instituto Nielsen.

Alguns dos concorrentes sentiram o impacto. No dia em que a Microsoft anunciou o Security Essentials, suas ações registraram alta de 2,1%, enquanto as da Symantec e da McAfee caíram 0,5% e 1,3%, respectivamente. No geral, as ações da empresa aumentaram um terço desde o fim de março.

"Se continuar assim, aqueles com ações da Microsoft vão se beneficiar", diz Greg Sterling, fundador da empresa de análises Sterling Market Intelligence.
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar