Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

LG MESSENGER GT360, O CELULAR DO TORPEDEIRO

08/06/2009

 
 
Guerra entre os coreanos: quando a Samsung lança algum produto inovador, a LG vai atrás. E vice-versa. No caso do celular Messenger GT360, a história não é diferente. Esse modelo aí de cima, com teclado deslizante, segue a ideia do Scrapy. É um aparelho básico, com preço na casa dos 500 reais, feito especialmente para aqueles torpedeiros de plantão que não aguentam mais ficar se matando para digitar textos pelas teclas numéricas (mas também não estão cheios da grana para investir num smartphone avançado, com QWERTY e um montão de recursos). Enfim: adolescentes, regozijai-vos.

Antes de partir para uma análise de seus atributos, é bom não deixar o GT360 levar a fama de copião. Isso porque, no exterior, quem fez primeiro um celular com esse conceito foi a própria LG ? era o Rumor, bem parecido com o
Scrapy, aliás. Mais compacto, o Messenger vem com aplicações selecionadas para trabalhar em dedos mais ágeis que sua conexão GSM/EDGE. Isso mesmo, nada de 3G ou Wi-Fi, porque o negócio é ser baratinho mesmo. E a escolha faz sentido, pois não é imprescindível uma rede veloz para acessar orkut, e-mail e Live Messenger. A banda larga só faz falta mesmo no Google Maps, não vamos negar.

Começando pela parte mais evidente, o teclado é bastante confortável, mas apenas depois que você se acostuma com ele. Os botões têm bom espaçamento entre si, porém coisas como a barra de espaço entre as letras e a necessidade de apertar uma combinação de teclas para digitar números acabam exigindo treinamento de alguns minutos antes de você sair digitando orientado somente pelo tato. No geral, achamos o teclado do Scrapy um pouco melhor, pois os botões ficam praticamente juntos, com chanfros entre eles para distinguir qual é cada letra.

Para ficar pequeno, o GT360 abdica do teclado numérico e parte para a tela sensível ao toque. Mas, infelizmente, ela serve apenas para discar números na hora de fazer uma ligação, e não para passear pelos menus. Como o sistema tem ícones grandes, seria perfeitamente possível fazer uma tela de acesso especial aos aplicativos somente pelo toque com o dedo. Mas no quesito usabilidade, novamente a Samsung vence a LG ? nem a tela de 2,4 polegadas, ligeiramente maior que a da rival, foi capaz de ajudar o usuário nesse sentido.

Chatinho de usar



A interface do Messenger merecia um trabalho mais cuidadoso para melhorar sua usabilidade. Em alguns casos, é difícil entender quais botões são responsáveis por acionar determinados comandos. Quer um exemplo? Quando você está no aplicativo de mensagens instantâneas e clica numa caixa para digitar textos, aparece um menu para entrada de dados. Depois de inserido o conteúdo, é preciso clicar no OK localizado no centro da tela, que você aciona pelo botão azul central. Mas, em certos momentos, essa mesma função aparece no canto esquerdo. Ou seja, dois botões fazem a mesma coisa em diferentes menus, confundindo o usuário.

Outro detalhezinho chato, entre tantos: quando você está na tela principal, com o celular na vertical, basta deslizar o teclado para abrir uma interface desenvolvida para o comando com o QWERTY (sim, pois o aparelho não tem acelerômetro para fazer isso automaticamente, ao giro do hardware). Suponhamos que você entre na tela designada à digitação de torpedos por engano e queira voltar. Ao clicar nessa opção, o celular vai novamente para a tela principal e fica na horizontal. Aí é necessário começar tudo de novo, fechando o aparelho e abrindo-o de novo para entrar naquela tela horizontal.

Se, por dentro, há alguns reparos a fazer, não há muito o que comentar a respeito da parte externa do celular. Ele tem acabamento simples, porém de boa qualidade, embora o mecanismo para tornar o celular deslizante pareça um pouco frágil. Fechado, o modelo lembra os mais recentes touch screen da LG. Outra coisa que merece elogios é a entrada do cartão microSD, localizada na lateral. Juntamente com o produto, já vem um cartão de 1 GB para armazenar arquivos.

Na parte destinada ao conteúdo multimídia, o Messenger faz o básico. Ele toca MP3 sem mostrar as capas dos discos e reproduz vídeos em MPEG-4. Mesmo assim, já é melhor que o modelo da Samsung, pois tem receptor de rádio FM e câmera de 2 megapixels, em vez de uma com 1,3 MP. No frigir dos ovos, o que mais faz falta são as conexões Wi-Fi e 3G. Mas isso nem chega a ser um ponto fraco, se pensarmos no preço do aparelho. O GT360 está nas lojas por 599 reais, valor próximo ao cobrado pelo Scrapy, vendido por 569 reais.

 
Fonte: Info

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar