Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BING ATRAI ATENÇÕES NO SEARCH MARKETING EXPO

08/06/2009

Depois de muita especulação, a Microsoft lançou, oficialmente, durante o SMX Advanced, o Bing, novo serviço de busca da empresa. Vale lembrar que, há poucos dias atrás, o serviço já estava disponível para teste. O Bing, mais novo capítulo da tumultuada luta da Microsoft para alcançar o Google (ou pelo menos conquistar o segundo lugar) na preferência do usuário na hora de fazer buscas na internet, chamou atenções durante o segundo dia do SMX - Search Marketing Expo, que acontece esta semana, em Seattle.

Não é a primeira vez que se espera muito da Microsoft. Esta situação já ocorreu com o MSN, depois o Live, especulações sobre a compra do Yahoo!, Kumo etc. Porém, dessa vez, a impressão inicial é que a Microsoft está realmente comprometida a lutar pela liderança deste mercado e seu produto mostra evoluções significativas em alguns tipos de buscas. Além disso, ao digitar
www.microsoft.com, fica clara a importância da empresa para este lançamento.

Segundo Dr. Qi Lu, presidente de serviços online da Microsoft, considerado o principal executivo responsável pela nova estratégia, o Bing pretende resolver, ou pelo menos melhorar, três características dos Buscadores: resultados, organização e tomada de decisão. Vou explicar melhor cada uma delas, mas, para testar os termos que usarei como exemplo, é preciso usar a versão em inglês para os Estados Unidos do Bing (esta opção pode ser encontrada no lado superior direito da página).    

- Melhores Resultados: o grande objetivo do Bing é entender a intenção do usuário e, assim, trazer a melhor opção de resultados. Ele pretende fazer isso por meio da utilização de respostas mais recentes, busca de dados mais relevantes na categoria buscada e conhecimento do IP do usuário. Alguns exemplos:

- Uma busca por "Oscar Winners" trás como primeiro resultado os ganhadores do Oscar de 2009.    

- Quando alguém busca o nome de uma companhia aérea (ex:United Airlines), muitas vezes está interessado em saber o telefone do SAC da empresa. Essa informação, que não aparece no resultado de outros Buscadores, aparece de cara no Bing.

- Se você procura por "movies" ou "restaurants" é bem provável que queira respostas somente na cidade onde está. Neste caso, o Bing traz exatamente estes dados utilizando seu IP como identificador de localidade.

- Melhor Organização: um grande problema encontrado pelos usuários que fazem buscas é saber o que cada link significa ou qual categoria de resposta ele trás. O Bing pretende resolver isso por meio de uma barra de navegação dinâmica e algumas outras melhorias, vejam:   

- Quando busco alguma cidade, posso querer saber vários tipos de informações sobre ela.  Ao digitar o termo "Seattle", no Bing, por exemplo, a barra esquerda do site mostra opções pertinentes a esse tipo de busca como weather, restaurants, attractions, tourism, events e images.    

- De maneira semelhante, se a minha busca for por alguma celebridade ou esportista, as respostas e a barra esquerda também se adéquam. Para uma busca por "Kobe BRyant", a barra da esquerda mostra opções como highlights, dunks, biography etc. Além disso, o primeiro resultado é uma foto do jogador com as estatísticas dele nos últimos jogos. 

- Outras evoluções nessa linha, são: preview do resultado e links similares. Em uma busca por "Best Buy", além dos resultados no mapa (criado a partir do meu IP), é criada uma pequena lista de buscas parecidas (walmart, target, sears etc).

- Tomada de Decisão: finalmente, o Bing inova  para  ajudar o usuário a tomar decisões em menos buscas e de forma mais fácil. Faz isso por meio da criação de tipos de resultados específicos para as principais categorias de buscas, observe:

- Quando se busca por "restaurants in nyc", por exemplo, além de uma lista com diversos restaurantes que apresentam tipo de cozinha, bairro, preço etc, o Bing oferece um filtro na barra à esquerda, no qual é possível limitar os resultados por vários critérios, entre eles  rating, tipo de cozinha, ambiente, formas de pagamento entre outros.   

- No caso busca por passagem aéreas, ao digitar, por exemplo,  "flights seattle miami", além dos resultados que se espera encontrar, o serviço sugere as possíveis variações de preços que poderão ou não ocorrer no futuro.    

- Para os casos em que o internauta faça a busca e, depois, precise buscar novamente o que precisa no site encontrado, o Bing também traz uma solução. Tente, por exemplo, buscar a palavra "ups". Você verá que, além dos dados esperados no primeiro resultado, existe uma caixa que serve para fazer uma busca na própria ferramenta do site, não do Bing.

Além dessas inovações, o Bing ainda traz outros detalhes interessantes como a avaliação de livros na Amazon.com quando alguém busca pelo nome de um livro, ou a possibilidade de ver vídeos no próprio Buscador (sugiro um teste buscando por "Kobe Bryant" e, posteriormente,  escolhendo a opção  ?vídeos?  na  barra à esquerda).  

Por essas inovações, pelo investimento maciço que a Microsoft vem colocando nessa área e pelo domínio absoluto do Google até agora, será muito interessante acompanhar a concorrência dos Buscadores pela atenção dos usuários e verba dos anunciantes. Certamente, o Google não deixará barato e trará mais inovações para continuar na liderança. É esperar pra ver!


 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar