Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

POLÍCIA CIVIL IDENTIFICA REDE CLANDESTINA DE TV A CABO

20/05/2009

A Polícia Civil desativou nesta terça-feira (19/05) uma das maiores redes clandestinas de TV por assinatura do País, localizada na Zona Sul da cidade de São Paulo, e prendeu três pessoas em flagrante.

O cabeamento ilegal oferecido pela empresa AJMS Telecom chegava a 50 ruas dos bairros Jardim São Luis e Jardim Ibirapuera e atendia mais de mil pessoas, informou o Sindicato das Empresas de TV por Assinatura (Seta), que apoiou a operação.

Entre as pessoas detidas na operação do Serviço de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil está o proprietário da AJMS Telecom, conhecido na região como "Baiano".

O valor de adesão ao serviço oferecido pela AJMS Telecom era de 170 reais, sendo que cada ponto era comercializado por 30 reais, sem cobrança de mensalidade. "Os interessados em adquirir assinaturas se dirigiam a um salão de beleza na região, onde funcionava a ´área de vendas´ da suposta empresa. Já a infraestrutura estava localizada no segundo andar de uma padaria", disse a Seta, por meio de comunicado.

Após o flagrante realizado hoje, a polícia iniciou a perícia para que sejam identificados todos os prejudicados pela AJMS Telecom.

De acordo com a entidade, a empresa se passava por uma operadora de TV a cabo, usando irregularmente de postes, energia elétrica e infraestrutura de outras companhias para amarração de cabos.

A fraude foi descoberta por meio de uma investigação liderada pelo delegado Dr. Paulo de Paula, da 6ª. Delegacia Seccional da cidade de São Paulo, que teve início quando a própria Polícia Civil recebeu uma propaganda do serviço oferecido pela AJMS.

Disque-gato
O Seta e a Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA) também atuam com o objetivo de oferecer canais para denúncias. No início do ano, as duas associações firmaram parceria com o Fórum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade para a criação de um 0800 para denúncias de fraude em TV paga.

Quem quiser denunciar a existência de "gatos" pode ligar para o número 0800 771 3627. Segundo levantamento do Seta, existem cerca de 400 mil conexões ilegais de TV a cabo em todo o Brasil, ou o equivalente a 13% da base de assinantes.
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar