Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

LETRAS DE MÚSICA SÃO O CONTEÚDO MAIS ACESSADO NA INTERNET

18/05/2009

Sites de música receberam 12,1 milhões de visitantes únicos em março deste ano no Brasil --um aumento de 9% em relação ao mesmo período de 2008, quando esse número foi de 11 milhões, segundo o Ibope Nielsen Online.

De acordo com José Calazans, analista do instituto de pesquisa, os sites de música mais populares no país são os que trazem letras de canções. "O usuário faz uma busca no Google e, mesmo se quer ouvir on-line ou baixar de algum programa de troca, acaba passando pelo site de letras", afirma.

Reprodução
Dupla Victor & Leo, uma das mais populares no país, também é campeã nas rádios on-line
Dupla Victor & Leo, uma das mais populares no país, também é campeã nas rádios on-line

Internautas brasileiros de 12 a 24 anos são o grupo mais interessado em música na internet: mais de 60% deles visitaram páginas do gênero em março. Em outras faixas etárias, esse índice varia de 35% a 42%

Segundo Calazans, embora os programas de compartilhamento como eMule e LimeWire ainda sejam muito populares, tem crescido bastante o download de música por meio de links publicados no Orkut (leia mais abaixo) e em blogs.

Para escutar música on-line, os brasileiros recorrem a páginas de grandes portais, como UOL, Terra e iG. Outra forma de ouvir canções na rede que tem se popularizado é por meio do YouTube, afirma Calazans.

Estudo

Os jovens brasileiros escutam música o tempo todo -ela serve como trilha sonora de seu cotidiano.

Essa é uma das conclusões de "Jovens e Música: A Trilha Sonora da Vida", estudo conduzido por Letícia Veloso, pesquisadora do CAEPM (Centro de Altos Estudos de Propaganda e Marketing), da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), pela antropóloga Lívia Barbosa, diretora de pesquisa do CAEPM, e pela pesquisadora Veranise Dubeux.

Foram ouvidos mil jovens de todas as classes sociais. Segundo Barbosa, "quase 100% deles" possuem dispositivos portáteis como celulares e tocadores de MP3, que possibilitam a onipresença da música no dia a dia. "O mais importante que você quer na música é o acesso para ouvi-la, não a posse dela fisicamente", afirma.

Segundo a pesquisadora, "ficar catando e descobrindo música é uma parte do lazer". Uma vez descobertas as canções, há uma troca intensa entre os jovens, seja via MSN, seja por meio dos tradicionais CDs.
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar