Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT DIZ QUE UE AJUDA MONOPÓLIO DO GOOGLE

14/05/2009

A Microsoft disse que os legisladores da UE (União Europeia) auxiliarão o Google a deter monopólio no negócio de buscas na internet, caso eles prossigam com planos de regulamentação do sistema operacional Windows.

Segundo a edição do último sábado (9) do jornal "The Financial Times", a argumentação foi submetida à CE (Comissão Europeia) para a ação antimonopolista que o órgão executivo da UE move contra a gigante norte-americana de softwares.

Paul Sakuma/16.abr.09/AP
Google foi indicado pela Microsoft em julgamento da UE por práticas de monopólio em buscas
Google foi indicado pela Microsoft em julgamento da UE por práticas de monopólio

No ano passado, Microsoft recorreu contra a multa de 899 milhões de euros (R$ 2,7 bilhões) imposta pela Comissão Europeia, pelo não cumprimento das obrigações determinadas pelo órgão em 2004 para corrigir violações às regras de concorrência. O processo está em andamento.

Uma porta-voz da CE informou que "a comissão examinará todos os argumentos delineados pela Microsoft".

A gigante norte-americana da informática argumentou que "se há uma empresa que sai ganhando neste caso, é o Google", segundo uma fonte ligada ao caso.

A Microsoft diz que o que está em jogo, por trás dos navegadores da internet, é o rentável mercado dos sites de busca e de publicidade on-line, claramente dominados pela Google.

"Esse caso não é sobre o Google", disse um porta-voz da gigante de buscas. "É sobre como dar aos consumidores mais escolhas e real competição entre browsers que dão acesso à internet."

Hoje, a UE aplicou uma multa recorde de 1,06 bilhão de euros (quase R$ 3 bilhões) à Intel, maior fabricante mundial de chips, por práticas anticompetitivas. A empresa é acusada de pagar ilegalmente a fabricantes de computadores para que adiassem ou cancelassem o lançamento de produtos contendo chips fabricados por uma de suas principais concorrentes, a AMD.
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar