Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

NETBOOK POSITIVO VEM NO PONTO PARA O 3G

05/05/2009

 
 
À primeira vista, o Positivo Mobo 3G 2060 parece apenas mais um micrinho nessa categoria tão bem servida de concorrentes, com acabamento bacana e o consagrado processador Atom. Mas é debaixo da bateria que o netbook esconde um grande diferencial: como seu nome diz, ele vem com modem 3G embutido para conexão de alta velocidade na rede celular.

Para dispensar o modem externo, a Positivo fechou uma parceria com a Vivo, que está vendendo o notebook por 1 699 reais. Encaixando o SIM card da operadora no slot, o equipamento fica pronto para navegar. Porém, assim como na maioria dos celulares, a fenda na qual o cartão é encaixado tem acesso tortuoso ? melhor seria uma porta dedicada a isso na lateral. Com o hardware no jeito, é só fazer a conexão com o programa Vivo 3G, que já vem instalado.

Mesmo assim, não dá para aplaudir de pé a conectividade do laptop. Primeiro, porque ele não tem Bluetooth. Segundo, porque o wireless segue o padrão 802.11g. A porta de rede também poderia ser Gigabit Ethernet. No mais, são três entradas USB 2.0 e uma interface de vídeo VGA. Estranhamente, existe ainda uma conexão para modem, com pino RJ-11. Não dá para entender sua utilidade, mas ela está quietinha lá e não faz mal a ninguém.
A configuração do netbook segue aquela receita que você já decorou: processador Intel Atom N270, de 1,6 GHz, disco rígido de 160 GB e 1 GB de memória RAM no padrão DDR2. O conjunto roda Windows HP Home Edition e teve um desempenho muito bom nos benchmarks. Para se ter uma ideia, ele conseguiu fazer 3 868 MOPS no teste do Sandra Lite, um dos melhores resultados já obtidos por um minilaptop no INFOLAB.

A performance do vídeo também ficou acima da média, com 239 pontos no 3DMark05 e 87 pontos no 3DMark06. Só não dá para dizer que a máquina é um espetáculo com gráficos por causa da tela fosca, que leva um banho do HP Mini 1120br no brilho e na nitidez. Mas aí é aquela velha história: o display brilhante tem mesmo mais qualidade, mas o anti-reflexivo é melhor em ambientes iluminados. Em geral, a tela fosca é mais indicada para netbooks, pois esse tipo de máquina dificilmente estará na posição ideal, sobre a mesa.

Externamente, o modelo é bem ajeitadinho. Ele possui uma tampa bonita, com grafismos suaves e acabamento em branco brilhante. Por dentro, a textura da peça branca fosca é agradável ao tato e aos olhos. No mais, o micrinho não tem aquelas frescuras de black piano nas bordas ou revestimento de acrílico para o display. Pena que seu peso fique um pouco acima da média, com 1,4 kg.
 
O Mobo 3G tinha tudo para ser uma delícia de usar: tela espaçosa, base grande para o teclado e até uma leve inclinação, que ajuda no apoio dos pulsos. Porém, a Positivo cometeu algumas mancadas no projeto. Embora as teclas sejam mais largas que o convencional, elas deixam a desejar na ergonomia. Colocando os dedos sobre os botões, é difícil notar a separação entre uma e outra. No fim das contas, lembra aqueles teclados de agenda eletrônica, que não são feitos para quem digita com as duas mãos, mas apenas faz pequenas anotações.

Não dá para reclamar do tamanho e da sensibilidade do touchpad, mas neste departamento a chatice fica para o momento do clique. Ele tem um botão único, que pode ser pressionado em ambos os lados para as funções de clique esquerdo e direito. A ideia é boa, mas a construção é ruim. O problema é que você precisa clicar com muita força para ele funcionar. Outra reclamação vai para a temperatura elevada na região onde fica apoiado o pulso. Com poucos minutos de uso, isso já chega a incomodar.
 
 
 
Fonte: Info

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar