Página Inicial
  • Lista de Compras
  • Notícias
  • Humor
  • Cadastro


twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ESTUDO APONTA QUE MULHERES SÃO A MAIORIA NO E-COMMERCE, MAS AINDA FATURAM MENOS

11/30/2021

Uma pesquisa mostrou que 72% das micro e pequenas empresas comandadas por mulheres estão presentes no e-commerce, enquanto cerca 64% das companhias de homens estão no ambiente digital. Porém, as empresas de mulheres ainda faturam menos.

O estudo foi realizado por uma parceria do Data Nubank, com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e apontou que 20% dos negócios de empreendedoras têm mais de 75% do faturamento vindo de vendas em on-line, contra 15% dos homens.

Apesar de despontarem no e-commerce, as mulheres ainda enfrentam uma grande diferença na obtenção de lucros quando comparado com empresas pertencentes a homens.

A pesquisa apontou que empreendedores homens que possuem conta empresa no Nubank tiveram uma receita média nos sete primeiros meses deste ano 23% maior que as mulheres. Em 2020, a diferença era de 10,8%.

O fato mostra que a distância entre as receitas de empresas de mulheres e homens aumentou durante a pandemia de Covid-19, o que reforça a desigualdade de renda entre os gêneros.

De acordo com o estudo, a maior participação das mulheres no e-commerce pode ser causada pela maior flexibilidade deste tipo de cenário. O que demonstra que a estrutura social machista ainda é predominante, onde a mulher precisa enfrentar uma jornada tripla de trabalho, envolvendo a empresa, os filhos e os afazeres domésticos.

Para equiparar tamanhas diferenças, o BID acredita em políticas de crédito e incentivo exclusiva a novas empresas dirigidas por mulheres, como uma espécie de bônus de gênero para acelerar o acesso a crédito.

 

Fonte: olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar