Página Inicial
  • Lista de Compras
  • Notícias
  • Humor
  • Cadastro


twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOOGLE: METADE DOS SMARTPHONES ANDROID DO MUNDO ESTÁ DESATUALIZADA

11/24/2021

Apesar do lançamento do Android 12 e da adesão da maioria das fabricantes para a próxima geração de smartphones, o Google ainda sofre dificuldades para emplacar as versões mais novas do seu sistema operacional entre os usuários. Um levantamento indica que quase metade dos dispositivos Android do mundo está abaixo das versões 10 e 11 do OS.

De acordo com um levantamento recente do Google, cerca de 26% dos dispositivos Android do mundo estão com a versão 10 – o Android Q instalado. Outros 24%, no entanto, utiliza o Android 11 – a versão R – lançada em setembro de 2022, enquanto o restante da base de usuários utiliza sistemas considerados obsoletos, como o Android Pie, Oreo e Nougat.

Levantamento indica que cerca de 50% dos aparelhos Android do mundo está desatualizado. Imagem: Google/Reprodução

A pesquisa, no entanto, não incluiu a base de usuários do Android 12 – uma vez que são poucos os aparelhos que já adotam ao sistema lançado em outubro de 2021.

Incompatibilidade com chips estaria relacionada ao excesso de versões Android
Embora o Google não destaque o motivo de tantos usuários ainda utilizarem versões antigas do Android, a justificativa para este fenômeno estaria na incompatibilidade de chips mais antigos, cujo espaço de atualizações é limitado. Diferentemente da Apple que prioriza no mínimo cinco anos de atualizações em dispositivos como iPhone e o iPad, a atualização média de um dispositivo Android é de dois a três anos.

Apesar disso, o Google já declarou que pretende mudar esta realidade. Em parceria com a Qualcomm, a empresa desenvolve um projeto para que as próximas gerações de processadores estejam aptas a receber mais atualizações. Assim, a ideia é que o Android passe a ser um ecossistema mais coeso e seguro.

Além disso, outras empresas parceiras do Google como a Samsung já garantem até quatro anos de atualizações de novas versões do sistema para os seus aparelhos Galaxy topo de linha, além de até cinco anos de atualizações de segurança.

 

Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar