Página Inicial
  • Lista de Compras
  • Humor


twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EX-FUNCIONÁRIO DA APPLE É INDENIZADO APÓS “DEMISSÃO INJUSTA”

8/11/2021

Stanislaw Ivanov, ex-consultor de suporte técnico da Apple em Cork (Irlanda), recebeu uma indenização de 4.500€ (cerca de R$27.550) após ter sido demitido injustamente depois que vestígios de explosivos foram encontrados em sua bolsa. A decisão veio da Justiça do Trabalho irlandesa; a empresa não recorreu.

Ainda assim, segundo o The Irish Examiner, Ivanov quer limpar seu nome devido às acusações de que ele portava tetril, um composto usado para fabricar detonadores e cargas explosivas.

Em 7 de dezembro de 2018, ao entrar em uma festa de Natal da empresa, o ex-funcionário recusou que a segurança do local revistasse a sua bolsa. Então, seis dias depois, testes em sua mesa de trabalho e em seu computador deram positivo para explosivos.

Antes da justiça, a Comissão de Relações no Local de Trabalho irlandesa (Workplace Relations Commission, ou WRC) já havia decidido a favor de Ivanov.

A resolução dizia que a Apple não tinha autoridade para revistar a bolsa do funcionário e, portanto, deveria ter chamado a polícia. A WRC também chamou de “incrível” que apenas a estação de trabalho e o computador do profissional apresentassem vestígios de substâncias explosivas, dado que ele não poderia ter tocado apenas nesses objetos.

O próprio Ivanov apelou dessa decisão, alegando que estava sendo visto como “algum tipo de criminoso”. Ele disse, ainda, querer limpar sua reputação, principalmente porque seu círculo social “quase desapareceu” após a demissão. Inicialmente, o ex-funcionário da Maçã queria ser readmitido, mas agora concorda que isso não pode acontecer.

Darragh Whooley, gerente de relações com funcionários da Apple, disse que o relacionamento e o vínculo de confiança com Ivanov estavam “irrevogavelmente quebrados”. A companhia, contudo, não contestou a decisão de demissão injusta, e Whooley afirmou que a Maçã estava satisfeita em pagar a indenização.

De qualquer forma, a Justiça do Trabalho irlandesa ficou do lado de Ivanov e, além da indenização por demissão sem justa causa, decidiu que deverá haver uma nova audiência sobre o caso.

 

Fonte: MacMagazine

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar