Página Inicial
  • Lista de Compras
  • Notícias
  • Humor
  • Cadastro


twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT NÃO LUCRA VENDENDO CONSOLES XBOX, MAS CONSEGUE DINHEIRO COM GAMES MESMO ASSIM

5/7/2021

O julgamento entre Epic Games e Apple continua rendendo informações interessantes sobre a indústria de games. Recentemente, uma executiva da Microsoft foi chamada para depor na corte e confirmou que a empresa não lucra com a venda de consoles Xbox.

Lori Wright, que trabalha na divisão de negócios da Xbox, respondeu a uma pergunta da corte sobre os ganhos provenientes do mercado de consoles da Microsoft. Ao ser questionada sobre a margem de lucro da companhia nas vendas de hardware, a executiva ressaltou: "Não temos. Nós vendemos consoles no prejuízo."

A prática de vender consoles praticamente sem ganhos não é novidade. Inclusive, segundo um relatório compartilhado por Daniel Ahmad, da Niko Partners, a Sony também está operando atualmente no prejuízo com as vendas do PS4 e PS5.

Por outro lado, não é todo dia que vemos uma companhia confirmando a informação publicamente. Apesar da declaração, Lori Wright não forneceu mais detalhes sobre o mercado de consoles da Microsoft atualmente.

Mesmo que a Microsoft não esteja lucrando com as vendas do Xbox, a companhia segue ganhando dinheiro com as vendas que acontecem dentro do ecossistema de games da marca. As estimativas presentes em documentos no processo apontam que a Microsoft possui lucro de aproximadamente US$ 2,2 bilhões no segmento de vendas de jogos e serviços, como Xbox Live Gold e Xbox Game Pass.

Em um comunicado, a Microsoft ressaltou que o prejuízo com os consoles faz parte do modelo de negócio desse segmento da indústria. "O mercado de console é tradicionalmente um modelo de subsídio de hardware", explicou a companhia. "As empresas de games vendem consoles com prejuízo para atrair novos clientes. Os lucros são gerados nas vendas de jogos e assinaturas de serviços online."

A Epic Games resolveu solicitar informações financeiras sobre Xbox e PlayStation para debater uma das defesas da Apple no julgamento. Assim como a Maçã, tanto Sony quanto Microsoft cobram uma taxa de 30% nas vendas de games realizadas em seus consoles.

Segundo a dona de Fortnite, as vendas de consoles com prejuízo ajudam a justificar a cobrança de uma taxa de 30% na venda de jogos. Por outro lado, a Apple não teria uma desculpa similar, já que a empresa ganha dinheiro com a cobrança da App Store e também com a venda de hardwares, como iPhones, iPads e Macbooks.

 

Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar