Página Inicial
  • Login
  • Esqueci a Senha
  • Lista de Compras
  • Notícias
  • Humor
  • Cadastro



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

UBER EATS ELIMINA TAXA DE ENTREGA PARA RESTAURANTES LOCAIS NOS EUA

3/17/2020

Medida visa garantir que estabelecimentos funcionem enquanto enfrentam restrições por conta do novo coronavírus
A Uber informou nesta segunda-feira (16) que vai eliminar a taxa de entrega para compras em restaurantes locais norte-americanos no aplicativo Uber Eats.

Segundo informações do TechCrunch, a medida visa contribuir para o funcionamento dos estabelecimentos diante de um cenário econômico delicado, ao passo que as cidades americanas impõem o confinamento de seus habitantes e restrições aos serviços de bares e restaurantes para conter o avanço da epidemia de novo coronavírus (Covid-19).

"Conforme mais pessoas ficam em casa, os restaurantes locais precisam realizar seus negócios mais do que nunca. Por isso estamos renunciando a taxa de entrega para todas as compras de todos os restaurantes independentes no Uber Eats", disse a companhia em nota publicada pelo TechCrunch. Segundo a Uber, a iniciativa vai beneficiar mais de 100 mil estabelecimentos cadastrados no app.

Denver, no Colorado, e Los Angeles, na Califórnia, são exemplos de cidade americanas em que restaurantes e bares foram fechados por ordem pública e somente serviços de entrega e retirada de pedidos estão disponíveis. Em Nova York City, a restrição é ainda maior e apenas o delivery é permitido.

A Uber afirma que também trabalha para limitar a disseminação da Covid-19 com fretes que dispensam o contato e a aproximação física entre clientes e entregadores. Além disso, a companhia anunciou recentemente que vai remunerar parceiros afastados de suas plataformas devido ao surto do novo coronavírus. O benefício será válido tanto aos motoristas do aplicativos de transporte, como para os entregadores do Eats.

Contudo, a medida contempla somente colaboradores diagnosticados com a doença ou que apresentam recomendações de isolamento certificadas por médicos e autoridades de saúde pública. O pagamento é calculado a partir da média de faturamento diário do colaborador com base em um período de 14 dias.

 

Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar