Página Inicial
  • Login
  • Esqueci a Senha
  • Lista de Compras
  • Notícias
  • Humor
  • Cadastro



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EMPRESA FAMOSA NO INSTAGRAM É MULTADA POR ANÚNCIOS ENGANOSOS

3/9/2020

A Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC) leva a sério os posts patrocinados de Instagram: a empresa de chá detox Teami, com sede na Flórida, deverá pagar US$ 1 milhão por fazer alegações enganosas sobre seus produtos, e por usar influenciadores que não deixaram claro quando uma postagem na verdade era anúncio.

A FTC exige que posts patrocinados sejam indicados com algo como #ad ou #sponsored de forma clara e visível, ou seja, a hashtag tem que aparecer sem que o usuário precise tocar no botão "mais" (já que o Instagram corta textos longos).

 

É uma exigência simples que 10 influencers não conseguiram cumprir, incluindo as cantoras Cardi B e Jordin Sparks. Elas foram notificadas pela FTC, que avisa: "influenciadores, a lei se aplica a vocês... ao aceitar remuneração por endossos, vocês assumem certas obrigações jurídicas".

Teami e FTC

Teami fez alegações enganosas, acusa FTC

A denúncia vai além: a FTC diz que a Teami faturou mais de US$ 15 milhões alegando enganosamente que seus chás poderiam causar perda de peso rápida, "combater células cancerígenas", prevenir gripes e resfriados, reduzir enxaquecas e desobstruir artérias. Isso também era reproduzido pelas influenciadoras.

Assim, a FTC fez um acordo com a Teami e seus coproprietários Adi Halevy e Yogev Malul. A empresa deve "devolver US$ 1 milhão aos consumidores que foram prejudicados"; fica proibida de fazer alegações enganosas sobre saúde ou perda de peso envolvendo seus chás; e deve exigir que posts patrocinados deixem claro que são um #ad, mantendo um sistema para monitorar e analisar as postagens de seus influenciadores.

 

 

Fonte: Tecnoblog

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar