Página Inicial
  • Lista de Compras
  • Humor


twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FACEBOOK E TWITTER NÃO VÃO REMOVER ANÚNCIOS FALSOS DE POLÍTICOS

10/14/2019

Joe Biden, candidato à presidência pelo partido Democrata, pediu a remoção de anúncios da campanha de Trump, sobre seu filho Hunter Biden

Facebook e Twitter não vão bloquear os anúncios feitos pela campanha de Donald Trump, em relação ao candidato à presidência pelo partido Democrata, Joe Biden. O anúncio foi feito pelo chefe de comunicações do Facebook, Nick Glegg. O executivo disse que não haverá checagem de fatos sobre o material pago veiculado por políticos, um posicionamento também confirmado pela própria empresa.
 
Em mensagem enviada para Joe Biden, a rede social de Mark Zuckerberg afirmou: “Se uma reivindicação for feita diretamente por um político em sua página, seja em um anúncio ou no seu site, ela será considerada discurso direto e inelegível para nosso programa de verificação de fatos de terceiros. Essas políticas se aplicam a conteúdo orgânico e pago de políticos — incluindo o anúncio do Presidente Trump que você menciona em sua carta.”Donald Trump havia acusado Hunter Biden (filho de Jon Biden), pedindo que os governos de China e Ucrânia investigassem a atividade de Hunter e de seu pai nos respectivos países. 

As acusações de Trump contra Hunter Biden foram feitas sem apresentar evidências, e seus esforços para que as autoridades da Ucrânia investigassem Hunter e seu pai, levaram os democratas na Câmara dos EUA a iniciar uma investigação de impeachment contra o presidente, no mês passado.

Assim como o Facebook, o Twitter também afirmou que anúncios de políticos, mesmo que tragam mentiras sobre seus oponentes, "não violam nossas políticas".Isso pode parecer estranho, já que o próprio Facebook diz que conteúdos “como boatos virais compartilhados por um político seriam rebaixados, exibidos ao lado de informações de verificação de fatos e banidos de anúncios”.
A discussão envolvendo campanhas em redes sociais devem esquentar ao longo de 2020, ano de eleição presidencial nos EUA.
 
 
Fonte: Olhar Digital 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar