Página Inicial
  • Login
  • Esqueci a Senha
  • Lista de Compras
  • Notícias
  • Humor
  • Cadastro



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

A CIRURGIA PARA AUMENTAR O PÊNIS É GOLPE, DIZ ESTUDO

13/05/2019

Se havia alguma dúvida, as cirurgias de aumento do pênis geralmente são ineficazes e podem deixar os homens psicologicamente e fisicamente danificados, de acordo com um novo estudo.

A análise, publicada na Sexual Medicine Reviews, revisou 17 estudos que avaliaram 21 tipos diferentes de operações feitas nos órgãos de 1.192 homens.
 
Os dois tipos mais comuns de procedimentos, de acordo com o estudo, são a incisão do ligamento suspensor — que envolve a separação do ligamento que segura o pênis ao osso pélvico e fornece apoio durante as ereções — e injeções de preenchimento dérmico.
 
Em vez disso, essas operações geralmente causam “grandes complicações, incluindo deformidade peniana, encurtamento e disfunções eréteis”, e 80% dos pacientes ficaram insatisfeitos, de acordo com o estudo conduzido por pesquisadores do Instituto de Psiquiatria, Psicologia e Neurociência do King’s College London e pelo urologista do hospital da King’s College Gordon Muir.
 

“Esses procedimentos quase nunca devem ser feitos”, disse Muir ao jornal The Guardian. “Muitas vezes o homem acaba com um pênis que está desfigurado e não há mais de 20% de satisfação com esses procedimentos.”

Ele acrescentou que os procedimentos podem custar cerca de US$ 40 mil a US$ 50 mil, e muitos dos procedimentos são feitos por vigaristas que estão “agindo como predadores sobre esses homens vulneráveis”.

“Muitos homens que desejam se submeter a procedimentos de aumento do pênis têm um pênis de tamanho médio, mas acreditam que seu tamanho seja inadequado”, disse Muir ao Guardian. “Infelizmente, algumas clínicas parecem ignorar isso. Cirurgiões do setor privado não devem fazer isso. Está errado em todos os níveis. ”
 
O estudo conclui que as pessoas que consideram o aumento do pênis devem primeiro receber aconselhamento estruturado, e se ainda quiserem um membro maior, devem tentar extensores penianos, que prometem esticar o órgão com o tempo. Os dispositivos ainda são questionáveis, mas são muito mais baratos e seguros do que a cirurgia.
 
 
 
Fonte: Gizmodo 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar