Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

FACEBOOK MESSENGER VAI INCLUIR ANÚNCIOS AUTOMÁTICOS NAS SUAS CONVERSAS PRIVADAS

20/06/2018

O problema de se tornar uma empresa de grande sucesso que é negociada publicamente é que você tem que seguir crescendo. O Facebook está ficando sem novos lugares para colocar seus anúncios e agora vai começar a colocar vídeos automáticos no Messenger.

O Messenger sozinho é ranqueado como a terceira rede social mais popular do mundo em número de usuários mensais e, diferentemente do produto principal do Facebook, é uma zona relativamente livre de bagunça. Anúncios tradicionais foram trazidos às conversas privadas dos usuários no ano passado e, de acordo com o Recode, vídeos automáticos começaram a ser lançados no Messenger nesta segunda-feira (19).

Da reportagem:

Stefanos Loukakos, que comanda os negócios de anúncios do Messenger, diz que está ciente disso e que a empresa vai monitorar comportamento de usuário para determinar se esses anúncios fazem as pessoas perder interesse.

“A maior prioridade para nós é a experiência de usuário”, disse Loukakos, durante o festival de publicade Cannes Lions, nesta terça-feira (19). “Portanto, ainda não sabemos (se isso vai funcionar). Entretanto, os sinais até agora, quando testamos anúncios básicos, não mostraram nenhuma mudança em como as pessoas usavam a plataforma ou quantas mensagens elas enviavam.”

Considerando que nenhuma controvérsia parece ser significativa o suficiente para impedir que as pessoas usem o Facebook, não é surpreendente que os testes tenham mostrado que mais anúncios não mudam de fato como as pessoas usavam o Messenger. Mas isso não significa que o Facebook não tenha um problema de longo prazo com anúncios. Sim, a companhia ainda está encontrando novas maneiras de gerar receita com suas propriedades populares Instagram e WhatsApp, mas grandes plataformas novas estão em um padrão de retenção.

As ambições de realidade virtual do Facebook ainda são um sonho distante, pois os consumidores demoram a adotar a tecnologia. E, no rescaldo do escândalo da Cambridge Analytica, a empresa decidiu que agora não seria uma boa hora para lançar um alto-falante inteligente que invadisse a privacidade.

Por enquanto, os usuários só precisarão lidar com mais publicidade nos produtos atuais do Facebook — a menos que eles lembrem que há bilhões de outros serviços de mensagens por aí que podem fazer o mesmo trabalho que eles.
 
 
 
Fonte: Gizmodo 

 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar